"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

24 de maio de 2016

Lançamentos em Maio (4ª Parte)

A Casa Misteriosa, de Marzia Bisognin

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Pelas mãos da famosa YouTuber Marzia «CutiePieMarzia» Bisognin chega-nos uma história de suspense paranormal sobre uma rapariga cuja casa de sonho se torna rapidamente um pesadelo.
Quando Amethyst encontra a sua casa de sonho perfeita, não pode deixar de se sentir encantada por ela, embora se aperceba de algo um pouco... diferente. É tudo o que ela sempre quis numa casa, por isso, quando os Bloom a convidam a passar lá a noite para evitar a tempestade iminente, ela aceita de imediato.
No entanto, quando acorda na manhã seguinte, sozinha e incapaz de se obrigar a sair, Amethyst depara-se com inesperadas presenças - como Alfred, o assustador jardineiro; Avery, o vizinho giro, mas misterioso; e uma menina que continua a aparecer e a desaparecer dentro da casa.
Enquanto Amethyst procura os Bloom e tenta desvendar a verdade, a sua ligação à casa torna-se mais forte. Irá ela ser capaz de se libertar do fascínio da casa, ou será que os seus segredos vão mantê-la presa para sempre?
 
Eu e as Mulheres da Minha Vida, de Tiago Rebelo

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR
 
Sinopse:
Aos trinta e cinco anos, Zé soma uma década de casamento com a namorada da juventude, um filho e um emprego seguro. Tinha tudo o que sempre desejara, mas seria suficiente? Tornou-se num homem sem ambição, um bancário desinteressado que trabalha simplesmente para pagar as contas e cujo tempo livre passa por adormecer no sofá a fazer zapping. Um homem a entrar na inevitável crise dos 40, cinco anos antes de os completar.
Porém, um dia, tudo muda. Uma promoção inesperada no banco e o súbito interesse de Cátia por ele, uma mulher sensual e irresistível, vêm virar do avesso os dias pacatos e entediantes em que a sua vida se acomodara. Depois disto nada será como antes. Zé descobre um mundo novo, repleto de desejo e… traição. Nasce um homem novo, poderoso, sedutor, um vencedor nato. Mas conseguirá Zé lidar com esta fase vertiginosa e recuperar o equilíbrio sem consequências dramáticas para o seu casamento? Ou ver-se-á a braços com uma realidade que não consegue controlar?

O Baile de Máscaras, de Joanna Taylor

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Em 1786, Londres é uma cidade magnífica, caótica e implacável. Que o diga a jovem Lizzy Ward, cujos sonhos cedo se desvaneceram para dar lugar a uma vida que nunca desejou. Nunca foi sua intenção ser prostituta, mas o destino assim quis. Todavia, a sua sorte parece estar prestes a mudar. Um dia, ao calcorrear as ruelas negras de fuligem de Piccadilly, dá por si a salvar a vida de um homem diferente dos outros. Lord Edward Hays não só é aristocrata como não está minimamente interessado nos seus serviços. Ou melhor, nos seus serviços habituais. Lord Hays quer contratá-la mas não por uma noite. O seu plano é apenas exibi-la na alta sociedade como sua companheira durante toda a semana que vai passar na cidade.
Estará Lizzy à altura do papel? À medida que se embrenha nos mais sumptuosos e respeitáveis salões londrinos, os obstáculos parecem suceder-se. Além disso, a jovem apercebe-se de que, naquele mundo, ela não é a única a usar uma máscara. Para piorar as coisas, a sua relação com Edward está a intensificar-se de dia para dia - a charada de ambos ameaça ruir, e Londres está a postos para o grande escândalo...
 
Teia de Mentiras, de Heather Gudenkauf

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Jack Quinlan viveu assombrado durante décadas pelo assassínio brutal da sua mãe, cujo corpo foi ele que encontrou, em adolescente, no celeiro da quinta da família. Na altura, o caso abalou a pequena cidade de Penny Gate, à qual Jack evitou regressar durante anos.
O passado nunca fica esquecido.
Quando a sua tia Julia sofre um acidente e acaba em coma no hospital, Jack e a mulher, Sarah, vêem-se obrigados a enfrentar o passado de que Jack vinha a fugir. À medida que a verdade sobre o acidente de Julia começa a revelar-se e este se transforma num caso de polícia, Sarah apercebe-se de que nada sobre a família do marido é o que aparentava ser.
Onde está a verdade?
Apanhada numa teia de mentiras e de perguntas sem resposta, Sarah mergulha no confuso passado de Jack à procura da verdade. No entanto, quanto mais se vê envolvida, mais difícil se torna para ela escapar de uma realidade para a qual poderá não estar preparada.
Num crescendo de ritmo e acção, este é um thriller de conspiração internacional com um final alucinante, que os amantes do género não podem perder.
 
O Vírus Mona Lisa, de Tibor Rode

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR
 
Sinopse:
Uma genial teoria da conspiração onde a Humanidade é o alvo a abater.
Nos Estados Unidos, as participantes num concurso de beleza desaparecem misteriosamente. Mais tarde, algumas delas aparecem totalmente desfiguradas. Em Milão, o mural A Última Ceia, de Leonardo da Vinci, é destruído, tal como em Leipzig uma das torres da Câmara Municipal. Entretanto, alguém espalha um vírus informático em todo o mundo, que altera sistematicamente os ficheiros de fotografias para desfigurar os rostos humanos.
A resposta está na Mona Lisa.
Quando a especialista Helen Morgan vê a sua filha ser raptada e é chantageada para roubar a Mona Lisa do Museu do Louvre, ela acaba por descobrir um criminoso perigoso e obcecado que vai ter de enfrentar até ao imprevisível desfecho final. Num crescendo de ritmo e acção, este é um thriller de conspiração internacional com um final alucinante, que os amantes do género não podem perder.

A Incrível Viagem de Arthur Pepper, de Phaedra Patrick

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Repleta de personagens inesquecíveis e episódios memoráveis, A Incrível Viagem de Arthur Pepper é uma história imperdível sobre o despertar para as possibilidades infinitas da vida.
Arthur Pepper, de 69 anos, leva uma vida simples e rotineira, como quando a sua mulher, Miriam, era viva. Levanta-se às 7h30, rega a sua planta Frederica e vai tratar do jardim. O dia a dia de Arthur corre como deve ser. Sem surpresas. Sem sobressaltos.
Até que no primeiro aniversário da morte da mulher, tudo muda. Ele encontra no meio dos pertences de Miriam uma pulseira que não se recorda de ter visto antes. Uma pulseira com oito berloques diferentes, cada um mais misterioso do que o outro. Num deles encontra até um número de telefone.
Intrigado, Arthur resolve telefonar e descobrir a quem pertence aquele número. As revelações que se seguem vão lançá-lo numa jornada surpreendente. De Londres a Paris, cidades que nunca imaginou visitar, Arthur irá fazer novas e fascinantes descobertas não só sobre a sua mulher, mas também sobre si próprio.
Encantador e comovente, mordaz e cheio de humor, este romance é ideal para leitoras de ficção romântica.
 
Príncipe dos Espinhos, de Mark Lawrence

Lançamento a 23 de Maio - COMPRAR
 
Sinopse:
Finalista do prémio Goodreads para Melhor Livro Fantástico. 
Com apenas 9 anos, numa emboscada planeada pelo inimigo para erradicar a descendência real, o príncipe Jorg Ancrath é atirado para dentro de um espinheiro, onde fica preso, com espinhos cravados na sua carne, a ver, impotente, a mãe e o irmão mais novo a serem brutalmente assassinados.
De alma destruída, sedento de sangue e de vingança, Jorg foge da sua vida luxuosa e junta-se a um bando de criminosos e mercenários, a quem passa a chamar de irmãos. Na sua mente há apenas um pensamento, matar o Conde de Renar, o responsável pelas mortes da mãe e do irmão, pelas suas cicatrizes e pela sua alma vazia.
Ao longo de quatro anos, Jorg cresce no seio de batalhas sangrentas, amadurece em guerras impiedosas, torna-se um guerreiro cruel e vai ganhando o respeito dos seus irmãos até que se torna o seu líder. Agora, um reencontro vai levá-lo de volta ao castelo onde cresceu e ao pai que abandonou. O que vai encontrar não é o mesmo sítio idílico de que se lembra, mas o príncipe que agora retorna também não é mais a inocente criança de outrora, é o Príncipe dos Espinhos.
Finalista do prémio Goodreads para Melhor Livro Fantástico e considerado por Peter V. Brett, autor bestseller do New York Times, como a melhor leitura dos últimos anos.

Anunciações, de Maria Teresa Horta

Lançamento a 24 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Rendido à beleza de Maria, o arcanjo Gabriel, esquece a mensagem que tinha por missão anunciar-lhe. E uma tumultuada relação amorosa ganha corpo entre os dois. «Anunciações», o romance, desenrola-se ao longo de 280 poemas e 14 estações (tantas quantas as da paixão e morte de Cristo), até à gestação do filho de ambos, Joshua. Tudo por entre os medos e a contrição do anjo, e a determinação e revolta de uma Maria dessacralizada, emergindo na dignidade da sua condição humana.
 
Terra Fresca, de João Leal

Lançamento a 27 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Em vésperas da Segunda Guerra Mundial, Francisco Alonso, responsável pela reconstrução do Castelo dos Mouros, em Sintra, faz uma descoberta involuntária que se irá revelar determinante para os destinos de todos os que o rodeiam. Quando a filha nasce com o braço direito inerte, a família Alonso está longe de saber a realidade que se esconde por detrás da misteriosa enfermidade, e quando a maldição, por fim, se revela, a harmonia familiar sofre um golpe quase fatal e todos terão de dar o melhor de si para se adaptar. Setenta anos mais tarde, o neto de Francisco, Jónatas, músico e artista plástico, suicida-se em circunstâncias de horror, com 30 anos, arrastando consigo Lucinda, a irmã. Um dia depois, David e Sofia recebem uma carta escrita pelos irmãos. Nesta, os seus melhores amigos desafiam-nos a seguir um itinerário para ficar a saber a razão do sucedido. Seguindo as orientações, os dois ficarão a conhecer a terrível e maravilhosa história da família Alonso, ao mesmo tempo que David é obrigado a enfrentar os próprios demónios. Passado em Sintra, Lisboa, Finlândia e Estados Unidos, Terra Fresca é um romance acerca do papel de cada um no destino e decisões dos outros. Por vezes melódico, outras vezes repleto de acção, o texto transporta-nos ao longo de oitenta anos, através de um grupo de personagens impossíveis de esquecer, sempre sob o espectro da dúvida sobre o que é real ou não. Com uma ligação subtil ao seu primeiro livro, Alçapão, respondendo a algumas questões que tinham ficado em aberto, Terra Fresca confirma João Leal como uma das novas vozes mais originais da literatura portuguesa, capaz de unir a crítica especializada ao favor de um público mais vasto.
 
Mago - As Trevas de Sethanon (Saga O Mago, Vol. IV), de Raymond E. Feist

Lançamento a 27 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Os ventos do mal sopram sobre Midkemia. Legiões negras ergueram--se para esmagar O Reino das Ilhas, e escravizá-lo sob o poder de terríveis magias. A batalha final entre a Ordem e o Caos está prestes a começar nas ruínas de uma cidade chamada Sethanon. Agora Pug, o mestre conhecido por Milamber, terá à sua frente a incrível e perigosa demanda de viajar até ao amanhecer do tempo e lidar com um antigo e temível inimigo. Apenas dele dependerá o destino de mil mundos.
Enquanto o Príncipe Arutha e os seus companheiros reúnem as suas hostes para a batalha final contra um ancestral e misterioso demónio, o temido necromante Macros, o Negro, libertou mais uma vez a sua magia negra. O destino dos dois mundos será decidido numa luta titânica sob as muralhas de Sethanon, quando são restaurados os laços entre Kelewan e Midkemia.
O formidável e derradeiro volume da Guerra da Brecha, clássica trilogia heróica de fantasia de Raymond E. Feist, iniciada com O Mago.
 
Doce Carícia, de William Boyd

Lançamento a 30 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Quando Amory Clay nasceu, na década que antecedeu a Primeira Guerra Mundial, o seu pai, desapontado, deu-lhe um nome andrógino e anunciou o nascimento de um filho. Mas esta filha que nasceu não se deixa definir pelos outros; Amory tornou-se uma mulher que não aceita que lhe imponham limites para o que isso pode significar e, mal se viu com a sua primeira máquina fotográfica nas mãos, passou a ser também alguém que regista sempre a sua própria versão dos acontecimentos.
Circulando livremente entre Londres e Nova Iorque, entre o fotojornalismo e a fotografia de moda e, também, entre os homens que a amam sempre de um modo complexo, Amory impõe-se como alguém capaz de arriscar tudo, como uma apaixonada passageira da vida.
A sua fome de experiências leva-a a conhecer a decadência da Berlim da República de Weimar e a violência dos motins dos camisas negras de Londres; fá-la viajar até à Renânia com as tropas aliadas; e, mais tarde, até ao epicentro do turbilhão político de um Vietname dividido pela guerra. No curso da sua ambiciosa carreira, os momentos fundamentais do século XX tornar-se-ão igualmente os momentos inesquecíveis da sua própria biografia.
 
Um Verão em Veneza, de Nicky Pellegrino

Lançamento a 30 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Addolorata - mais conhecida como Dolly - sabe que devia sentir-se feliz. Vive em Londres, é apaixonada pelo seu restaurante Little Italy, pelo marido e pela filha pequena. Mas algo não está bem. Dolly parece ter perdido a alegria. A vida familiar caiu na rotina e o restaurante sofre com os sítios da moda. A gota que faz transbordar o copo chega sob a forma de Guy Rochester - um crítico gastronómico influente que arrasa o Little Italy na sua crónica semanal.
Desejosa de aventura e com as duras palavras de Guy na cabeça, Dolly faz o impensável. Deixa Londres, o marido e a filha e parte sozinha para umas férias em que planeia reencontrar a alegria que era tão sua até há pouco… antes de a responsabilidade da vida adulta a sufocar e transformar numa mulher quase irreconhecível.
É em Veneza que conhece a excêntrica Coco, que lhe vai abrir as portas para o modo de vida veneziano. Enfeitiçada pela cidade, pelos seus labirintos de canais, pontes e piazzas, e arrebatada pelas iguarias de fazer crescer água na boca, Dolly decide ficar até ao final do verão. Na sua busca pelos prazeres mais simples da vida, elabora uma lista das dez coisas que a deixam mais feliz.
Mas haverá algum lugar nessa lista para aquilo que deixou para trás?
Uma exuberante fusão de cores e sabores pela mão exímia de Nicky Pellegrino, uma das escritoras mais queridas das leitoras portuguesas.

23 de maio de 2016

Feira do Livro Lisboa 2016 - Programa das Festas


Caminhamos a passos largos para mais uma edição da Feira do Livro de Lisboa, tão largos que... é já esta quinta-feira que começa!! YAY!!
Este ano a coisa promete, com uma maior oferta em relação a editoras, pavilhões, eventos, convidados, sessões de autógrafos, comidas e bebidas, espaços de lazer e, claro, livros. Ah, e não esquecer da App maravilhosa que nos irá facilitar imenso as voltas mostrando-nos o mapa do recinto com os vários pavilhões, os livros do dia e as promoções e o calendário dos vários eventos e actividades (vão espreitando o site da Feira do Livro porque ainda não está disponível). Perfeito, perfeito era o S. Pedro colaborar e dar-nos alguns dias sem chuva!

Mas vamos ao que realmente interessa: o programa das festas. Encontrei no site da Sábado, um programa bastante completo do que podemos encontrar na feira ao longo desses dias e, visto que no site da Feira do Livro Lisboa ainda não conseguimos aceder a qualquer informação, partilho convosco o que já se sabe.

26 DE MAIO (5ª Feira)

Autógrafos

- 15h30: Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 16h: José Eduardo Agualusa (Porto Editora)

- 16h: Patrícia Muller (Porto Editora)
- 16h: Sandro William Junqueira (Leya)

- 16h: Djaimilia Pereira de Almeida - "Esse Cabelo" (Leya)

- 16h: João Ricardo Pedro (Leya)

- 16h30: Pepetela (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Patrícia Reis e Maria Manuel Viana (Leya)

- 16h30: Maria Teresa Horta (Leya)

- 17h: Pedro Guerra Alma Benfiquista (Leya)
- 18h: Raquel Ochoa (Marcador)

Infanto-Juvenil

- 12h: Parada pela Feira das Mascotes com a banda Mimo’s Dixie Band

- 15h: Autógrafos - João Amaral (Leya)

- 15h: Mascote Alfa (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Sara Rodi e Vânia Beliz (Marcador)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - Luis Louro e António José Simões - Jim Del Monaco (Leya)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

Gastronomia

- 18h: Autógrafos - Paulo Salvador - Mesa Nacional (Leya)

Actividades

- 16h: Workshop com Leonor Poeiras sobre o seu livro Oficina Poeiras e o conceito do it yourself (Leya)

- 18h: Workshop - Tu Consegues!, com Joana Areias (Leya)

- 19h: Concerto Jazz na Praça Leya do Trio Contra K e Convidados: João Ferreira (piano), Sô Johnny (Saxofone) e Elmano Caleiro (contrabaixo); Convidados: Francisco Santos (bateria) e Marta Fiolic (voz)

27 DE MAIO (6ª Feira)

Autógrafos

- 18h: Helena Sacadura Cabral (Clube do Autor)

- 19h: Helena Sacadura Cabral (Penguin Random House)

- 21h: Francisco Moita Flores (Leya)

Lançamentos

- 18h30: Terra Fresca, de João Leal, com apresentação de Samuel Úria (Porto Editora)

Actividades

- 19h: Transmissão em directo do programa Bloco Central (TSF), com Pedro Adão e Silva e Pedro Marques Lopes. Moderação de Paulo Tavares. (Praça da Fundação)

- 21h: Concerto Jazz na Praça Leya dos Melody Delivers: Cláudio Alves (guitarra e voz) e João Ferreira (teclados)


28 DE MAIO (sábado)

Autógrafos 

- 15h: João César das Neves (Leya)

- 15h: João Tordo (Leya)

- 15h30: João Pedro Marques (Porto Editora)

- 16h: António Lobo Antunes (Leya)

- 16h: José Milhazes (Leya)

- 16h: Isabel do Carmo (Leya)

- 16h: António Caeiro (Leya)

- 16h: Domingos Amaral (Leya)

- 16h: Deana Barroqueiro - D. Sebastião e o Vidente (Leya)

- 16h: José Norton (Leya)

- 16h: Miguel Real (Leya)

- 16h: João Ricardo Pedro (Leya)

- 16h: Afonso Reis Cabral (Leya)

- 16h: José Eduardo Agualusa (Porto Editora)

- 16h: José Rentes de Carvalho (Porto Editora)

- 16h: Ana Cássia Rebelo (Porto Editora)

- 16h: Patrícia Muller (Porto Editora)

- 16h: Nuno Costa Santos (Porto Editora) 

- 16h: Fátima Lopes (Manuscrito)

- 16h30: João de Melo (Leya)

- 16h30: Pepetela (Leya)

- 16h30: Rita Ferro (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Patrícia Reis e Maria Manuel Viana (Leya)

- 17h: Francisco Moita Flores (Leya)

- 17h: João Tordo (Penguin Random House)

- 18h: Helena Sacadura Cabral (Clube do Autor)

- 19h30: Joel Neto (Marcador)

Lançamentos
- 15h: Apresentação de A Vida Privada das Elites do Estado Novo, de Conceição Queiroz (Vogais)

- 16h: Guitarra Azul, de John Banville, apresentação de Helena Vasconcelos (Porto Editora)

- 17h: Apresentação de O Futuro da União Europeia, de Eugénia da Conceição, e debate "Europa: há razões de esperança?", com a autora e Marina Costa Lobo. Moderação de Pedro Magalhães. (Praça da Fundação)

Infanto-Juvenil

- 11h: Autógrafos - O Grufalão (Jacarandá)

- 15: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - Bruxa Mimi (Gradiva)

- 15h30: Sessão infantil - A Fada dos Dentes, de Luísa Ducla Soares (Grupo Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - Gabriela Ruivo Trindade & Rute Reimão - A Vaca Leitora (Leya)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 17h: Autógrafos - Geronimo Stilton (Presença)

- 17h: Autógrafos - Cristina Norton e Danuta Wojciechowska - O Barco de Chocolate (Leya)

- 17h: Autógrafos - David Machado (Penguin Random House)

- 18h: Concerto A Girafa que Comia Estrelas (do livro de José Eduardo Agualusa), interpretado pela Orquestra da Associação Musical Amigos das Crianças (Leya)

- 18h: Apresentação de Baluartes: Episódios de uma Vida com Banda Sonora, de Diogo Lopes

Gastronomia

- 11h: Workshop - Joana Nobre Garcia e Sofia Portugal - Hoje é Dia de Festa (Manuscrito)

- 16h: Showcooking - Rita Boavida - O Fator pH (Espaço Showcooking APEL)

- 16h: Autógrafos - Cláudia Villax Brunch (Leya)

Actividades

- 15h30: Gravação ao vivo do programa A Páginas Tantas da Antena 1, com Inês Pedrosa, Patrícia Reis, Rita Ferro e Ana Daniela Soares (Leya)

- 18h: José Correia e Isabel Saalfeld Reis - Não Basta ser Retriever (Presença). Os autores vão trazer alguns cães.

- 21h: Concerto Rini & Bastolini, de Rini Luyks (acordeão) e Luis Bastos (clarinete)

29 DE MAIO (domingo)

Autógrafos

- 15h: Ruy de Carvalho (Clube do Autor)

- 15h30: Ana Zanatti (Porto Editora)

- 15h30: Mário de Carvalho (Porto Editora)

- 16h: Fátima Lopes (Manuscrito)

- 16h: Gabriela Ruivo Trindade & Rute Reimão - A Vaca Leitora (Leya)

- 16h: António Caeiro (Leya)

- 16h: José Milhazes (Leya)

- 16h: Tiago Moreira de Sá - História das Relações Portugal - EUA 1776-2015 (Leya)

- 16h: Jaime Nogueira Pinto (Leya)

- 16h: Isabel do Carmo (Leya)

- 16h: Pedro Marta Santos - Os Dez Livros de Santiago Boccanegra (Leya)

- 16h: Ana Margarida de Carvalho (Leya)

- 16h: João Ricardo Pedro (Leya)

- 16h: Nuno Camarneiro (Leya)

- 16h: Patrícia Portela (Leya)

- 16h: José Eduardo Agualusa (Porto Editora)

- 16h: José Rentes de Carvalho (Porto Editora)

- 16h: Filipa Fonseca Silva (Porto Editora)

- 16h: Joana Ruas - Os Timorenses (Porto Editora)

- 16h: Mário Zambujal (Clube do Autor)

- 16h30: Marcello Duarte Mathias (Leya)

- 16h30: Rui Ochoa (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Luísa Costa Gomes (Leya)

- 16h30: João de Melo (Leya)

- 16h30: Manuel Alegre (Leya)

- 17h: Gonçalo M. Tavares (Leya)

- 17h: Francisco Moita Flores (Leya)

- 17h: Maria João Lopo de Carvalho (Leya)

- 17h: Joel Dicker (Penguin Random House)

- 17h: Freitas do Amaral - D. Afonso III (Porto Editora)

- 18h: Margarida Rebelo Pinto (Clube do Autor)

- 18h: António Louçã (Clube do Autor)

Lançamentos

- 11h: Caminhar por Lisboa, de Anísio Franco, apresentado por Paula Moura Pinheiro (Porto Editora)

- 15h: Putinlândia, de Bernardo Pires de Lima; apresentação de José Milhazes e Cândida Pinto (Tinta da China)

- 17h: A Confissão do Navegador, de Duarte Nuno Braga (Auditório)

- 17h: Os Vampiros, de Filipe Melo e Juan Cavia (Tinta da China)

- 17h: Apresentação de Arigato, de Luís Brito, e debate Japão: perto ou distante?, com o autor e Luís Carmelo e Carlos Assis. Moderação de David Lopes. (Praça da Fundação)

Infanto-Juvenil

- 11h: Autógrafos Cristina Valente, O Que se Passa na Cabeça do Meu Filho? e Coaching Para Pais (Manuscrito)

- 11h: Workshop para toda a família em torno do livro Tudo sobre Lisboa, de Maria Ribeiro da Fonseca (Leya)

- 11h30: Yoga Mágico em Família com Sónia Costa no Stand BLX

- 15: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - Bruxa Mimi (Gradiva)

- 15h: Sessão infantil - Colecção Duarte e Marta, de Maria Inês Almeida e Joaquim Vieira (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 17h: Teatro: O Sr. Valery e o senhor Juarroz vivem no mesmo bairro mas nunca se encontraram, de Gonçalo M Tavares, pelo TJ 13/17 Grupo de Teatro Jovem (Leya)

- 17: Jogos e desafios a propósito de O Meu livro da Cortiça, de Danuta Wojciechowska e Joana Paz (Satand BLX)

Gastronomia

- 15h: Showcooking - Rita Nascimento - Sobremesas 5, 5,5 (Espaço Showcooking APEL)

- 16h: Showcooking - Lillian Barros - Sopas, Saladas e Chás Detox (Manuscrito)

- 16h: Ana Bravo - Abc da Poupança (Vogais)

- 17h: Autógrafos - Miguel Cocco - Emagreça com o poder da mente e Quintino Aires (Leya)

- 17h20: Showcooking - Gabriela Oliveira - Cozinha Vegetariana para Bebés e Crianças (Espaço Showcooking APEL)

- 18h: Showcooking - Isabel Zibaia Rafael - Delicioso Piquenique e Cozinha Para Dias Felizes (Espaço Showcooking APEL)

- 19h: Workshop - David Frenkiel e Luise Vindhal Green Kitchen - Vegetariano todos os dias (Leya)

Actividades

- 16h: Colorir para adultos - Tela Thomas Pavitte (Jacarandá)

30 DE MAIO (2ª Feira)

Autógrafos

- 16h: António Mateus Mandela – O Rebelde Exemplar e Angola, O Regresso do Fim do Mundo (Planeta)

Infanto-Juvenil

- 16h: Autógrafos - Maria Inês Almeida - A Admirável Aventura de Mandela, Quando Eu For Grande e A Última Árvore (Planeta)

Actividades

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

31 DE MAIO (3ª Feira)

Actividades

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

1 DE JUNHO (4ª Feira)

Actividades

- 19h: Transmissão em directo do programa Pares da República (TSF), com Luís Amado, Daniel Proença de Carvalho, Maria de Lurdes Rodrigues, Nogueira de Brito e Mota Amaral. Moderação de Paulo Tavares. (Praça da Fundação)

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

Infanto-Juvenil

- 14h30: Autógrafos - Ana Soares e Bárbara Wong - Olimpys.net (Penguin Random House)

- 16h: Autógrafos - Geronimo Stilton (Presença)

- 16h: Autógrafos - O Grufalão (Jacarandá)

- 18h: Hora do Conto - O Que Tem a Barriga da Mãe?, O Grufalão e Abre Com Muito Cuidado (Presença)

2 DE JUNHO (5ª Feira)

Actividades

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

3 DE JUNHO (6ª Feira)

Autógrafos

- 18h: Miguel Sousa Tavares (Clube do Autor)

- 18h: Manuel Alegre (Leya)

- 18h: Pepetela (Leya)

- 19h: Clara Ferreira Alves (Clube do Autor)

Lançamentos

- 18h: Os Livros da Nossa Vida, de Mendo Henriques e Nazaré Barros, com apresentação de Annabela Rita (auditório)

- 18h: Dinheiro das Nossas (Dí)Vidas, de Mendo Henriques e Nazaré Barros, com apresentação de Eugénio Fonseca, Presidente da Cáritas Portuguesa (auditório)

Infanto-Juvenil

- 20h: Teatro: O Sr. Valery e o senhor Juarroz vivem no mesmo bairro mas nunca se encontraram, de Gonçalo M Tavares, pelo TJ 13/17 Grupo de Teatro Jovem (Leya)

Actividades

- 18h30: Debate e leituras em torno de As Coisas Que Os Homens Me Explicam, de Rebecca Solnit, com a presença de Patrícia Müller, Maria do Rosário Pedreira, Andréa Zamorano, Ana Cássia Rebelo, Helena Vasconcelos, Filipa Martins, e a tradutora do livro, Tânia Ganho (Porto Editora)

- 21h: Projecção do filme Manhã Submersa para assinalar os 100 do nascimento de Vergílio Ferreira. Inclui debate com o realizador Lauro António e a escritora Lídia Jorge

- 21h: Concerto Jazz na Praça Leya dos Melody Delivers: Cláudio Alves (guitarra e voz) e João Ferreira (teclados).

4 DE JUNHO (sábado)

Autógrafos

- 15h: Mário Zambujal (Clube do Autor)

- 15h:30 Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 15h:30 Mário de Carvalho (Porto Editora)

- 15h30: Mikaela Övén - Educar com Mindfulness (Porto Editora)

- 15h30: Richard Zimler (Porto Editora)

- 16h: Pedro Henriques e Rui Miguel Mendonça - A Teoria do Futebol (Marcador)

- 16h: António Lobo Antunes (Leya)

- 16h: Mário Daniel - Os Segredos da Magia do Mário Daniel (Leya)

- 16h: David Justino (Leya)

- 16h: Joana Sticchini Vilela e Pedro Fernandes - LX60 e LX 70 (Leya)

- 16h: João Pereira Coutinho

- 16h: José Milhazes (Leya)

- 16h: Nuno Rogeiro (Leya)

- 16h: Maria João Lopo de Carvalho (Leya)

- 16h: Domingos Amaral (Leya)

- 16h: Deana Barroqueiro (Leya)

- 16h: Pedro Marta Santos (Leya)

- 16h: Ana Margarida de Carvalho (Leya)

- 16h: Cristina Drios (Leya)

- 16h: João Ricardo Pedro (Leya)

- 16h: Vasco Luís Curado (Leya)

- 16h: Daniel Sampaio (Leya)

- 16h: Sandro William Junqueira (Leya)

- 16h: Sérgio Luís de Carvalho (Planeta)

- 16h30: Lídia Jorge (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Rita Ferro (Leya)

- 16h30: João de Melo (Leya)

- 16h30: António Carlos Cortez (Leya)

- 17h: Maria João Lopo de Carvalho (Leya)

- 17h: Alexandra Pelúcia - Afonso de Albuquerque, Corte, Cruzada e Império (Porto Editora)

- 17h: José Miguel Sardica Terminar a Revolução (Porto Editora)

- 17h: Margarida Fonseca Santos (Leya)

- 17h: Helena Sacadura Cabral (Clube do Autor)

- 18h: Helena Sacadura Cabral (Penguin Random House)

- 19h: Joel Neto (Marcador)

- 19h: Felipe Pathé Duarte - Jihadismo Global - Das Palavras aos Actos (Marcador)

- 19h: Guilherme Duarte - Por Falar Noutra Coisa (Marcador)

- 19h30: Rui Miguel Tovar - O Grande Livro da Selecção (Marcador)

- 19h30: José Manuel Marques - O Reino (Marcador)

Lançamentos

- 17h: Apresentação de Portugal e o Atlântico, de Bernardo Pires de Lima, e debate Atlântico ou Pacífico, onde está o futuro?, com o autor e Francisco Seixas da Costa e Luís Amado. Moderação de António Araújo. (Praça da Fundação)

- 18h: O Cão que Comia a Chuva, de Richard Zimler e Júlio Pomar (Porto Editora)

Infanto-Juvenil

- 11h: Workshop das Bibliotecas de Lisboa, 11 horas sobre livros digitais para a infância, para autores e ilustradores (auditório)

- 11h: Hora do Conto - 10 Histórias para adormecer, de Filipa Sommerfeldt Fernandes (Manuscrito)

- 11h: Autógrafos - Magda Dias - Berra-me Baixo (Manuscrito)

- 11h: Workshop e lançamento do livro 101 Palavras e ½ Para Saber Antes de Crescer, de Isabel Zambujal, Pedro d’Aguiar e João Bacelar (Leya)

- 14h: Autógrafos - Joana Lopes e Luís Belo - O Que Tem a Barriga da Mãe (Presença)

- 14h: Encontro dos fãs da Irmandade da Adaga Negra (Leya)

- 15h: Autógrafos - Janey Louise Jones - Princesa Poppy (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - David Machado (Penguin Random House)

- 15h: Autógrafos - António Mota (Leya)

- 15h: Autógrafos - Pedro Carvalho - A Gloriosa Bicicleta (Leya)

- 15h: Autógrafos - Bruxa Mimi (Gradiva)

- 16h: Sessão infantil - Coleção Galo Gordo, de Inês Pupo e Gonçalo Pratas (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 16h: Autógrafos - Álvaro Magalhães e Carlos J. Campos - Crónicas do Vampiro Valentim (Leya)

- 16h: Autógrafos - Luísa Ducla Soares - Atenção! Sou um Adolescente (Jacarandá)

- 16h: Autógrafos - Mafalda Moutinho - Os Primos (Leya)

- 16h: Autógrafos - Afonso Cruz (Penguin Random House)

- 16h30: Autógrafos - Geronimo Stilton (Presença)

- 17h: Lançamento do segundo livro da série Naus, de Patrícia Faria e Mariana Melo, com debate com representantes de várias comunidades religiosas (Auditório)

Gastronomia

- 15h30: José Soares - Running Muito Mais do Que Correr (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - chef Kiko (Leya)

- 18h: Workshop - Pão a Pão, do chef Bader Mardini (Espaço Showcooking APEL

- 18h: Demonstração de Cake Design - Carina Costa (Marcador)

- 19h: Showcooking - Ana Carvalhas - Dieta para Sedentários (Espaço Showcooking APEL)

Actividades

- 19h: Sessão de entrega do Prémio LeYa 2015 a António Tavares, autor do romance O Coro dos Defuntos (Leya)

- 19h45: Concerto Kaleidoscópio, do guitarrista Miguel Martins (Leya)

5 DE JUNHO (domingo)

Autógrafos

- 15h: José Rodrigues dos Santos (Gradiva)
- 15h30: Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 15h30: Francisco José Viegas (Porto Editora)

- 15h30: Ana Zanatti (Porto Editora)

- 15h30: João Pedro Marques (Porto Editora)

- 15h30: Richard Zimler (Porto Editora)

- 15h30: Teolinda Gersão (Porto Editora)

- 16h: Afonso Cruz (Leya)

- 16h: António Ventura - Silêncio e Virtude - Uma História da Maçonaria Feminina em Portugal (Porto Editora)

- 16h: Bruno Vieira Amaral (Porto Editora)

- 16h: Nuno Costa Santos (Porto Editora)

- 16h: Patrícia Muller (Porto Editora)

- 16h: Raquel Varela (Porto Editora)

- 16h: Isabel Stilwell

- 16h: Luciano Amaral - Em nome do pai e do filho... O Grupo Espírito Santo (Leya)

- 16h: Sandro William Junqueira (Leya)

- 16h: José Milhazes (Leya)

- 16h: Isabel do Carmo (Leya)

- 16h: Maria José Costa Félix (Leya)

- 16h: Mário Cláudio (Leya)

- 16h: Ana Cristina Silva (Leya)

- 16h: Afonso Reis Cabral (Leya)

- 16h30: Maria Teresa Horta (Leya)

- 16h30: Rui Ochoa (Leya)

- 16h30: Patrícia Reis e Maria Manuel Viana (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Pepetela (Leya)

- 17h: Ondjaki (Leya)

- 17h: António Goucha Soares - Euro, e se a Alemanha Sair Primeiro (Porto Editora)

- 17h: Frei Bento Domingues e António Marujo - Francisco, o Papa que Põe a Igreja a Mexer (Porto Editora)

- 17h: Helena Sacadura Cabral (Clube do Autor)

- 17h: Mário Zambujal (Clube do Autor)

- 18h: Joel Neto (Marcador)

- 18h: Ricardo Paes Mamede - O Que Fazer com Este País (Marcador)

Lançamentos

- 15h: Levante-se o Réu Outra Vez, de Rui Cardoso Martins (Tinta da China)

- 17h: Colecção Ephemera, de José Pacheco Pereira (Tinta da China)

- 17h: Apresentação de Raízes, de Ana Sofia Fonseca, e debate "O campo na cidade?", com a autora e André Magalhães. Moderação de António Araújo. (Praça da Fundação)

Infanto-Juvenil

- 15h: Autógrafos - Janey Louise Jones - Princesa Poppy (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Sessão infantil - O Ano Mais Estúpido do Meu Irmão Mais Novo, de Miguel Morais (Porto Editora)

- 15h: Autógrafos - António Mota (Leya)

- 15h: Autógrafos - Bruxa Mimi (Gradiva)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - O Grufalão (Jacarandá)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 16h: Autógrafos - Mafalda Moutinho - Os Primos (Leya)

- 16h: Autógrafos - Maria Martins - Cenas de uma Adolescente (Penguin Random House)

- 17h: Autógrafos - Eduardo Sá (Leya)

- 17h: Autógrafos - Alice Trewinnard - Alice no Mundo das Tranças e dos Penteados (Leya)

- 17h: Autógrafos - David Machado (Penguin Random House)

Gastronomia

- 16h: Showcooking - Ágata Roquette - Juntos Conseguimos (Espaço Showcooking APEL)

- 16h: Autógrafos - Carolina Patrocínio - Stay Active (Penguin Random House)

Actividades

- 19h: Conversa em torno do livro Portugueses do Brasil & Brasileiros de Portugal, de Leonor Xavier (Leya)

6 DE JUNHO (2ª Feira)

Actividades

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

7 DE JUNHO (3ª Feira)

Actividades

- 19h: Transmissão em directo do programa Pessoal e Transmissível (TSF), com Carlos Vaz Marques. (Praça da Fundação)

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

Infanto-Juvenil

- 14h: Entrega dos Prémios do Concurso "Uma Aventura… Literária", com presença das autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

8 DE JUNHO (4ª Feira)

Actividades

- 19h: Encontro com Bloggers - Luís Corredoura e Pedro Rabaçal (Presença)

- 21h30: Lançamento do livro Vinte Poemas para Camões, de Manuel Alegre, com Antonio Carlos Cortez (ap.). Inclui leitura de poemas (Leya)

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

9 DE JUNHO (5ª Feira)

Lançamentos

- 19h: Para Lá do Relvado, de Raquel Vaz-Pinto; apresentação de Ricardo Araújo Pereira, António Lobo Xavier e Bernardo Pires de Lima (Tinta da China)

Actividades

- 21h30: Cinema: Curta-metragem - O Bairro, de Jorge Vaz Gomes, segundo a obra de Gonçalo M. Tavares (Leya)

- 22h-23h: Hora H, descontos mínimos de 50% nos pavilhões aderentes.

10 DE JUNHO (6ª Feira)

Autógrafos

- 12h: Maria João Lopo de Carvalho (Leya)

- 14h30: Miguel Campos - O Livro do Feromonas (Presença)

- 15h: M. J. Arlidge (20|20 Editora)

- 15h: Otelo Saraiva de Carvalho (Penguin Random House)

- 15h30: Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 16h: José Carlos de Oliveira - Dom Afonso Henriques, o Primeiro Herói (Leya)

- 16h: Luciano Amaral (Leya)

- 16h: Tiago Moreira de Sá (Leya)

- 16h: João Pinto Coelho - Perguntem a Sarah Gross (Leya)

- 16h: Cesário Borga (Planeta)

- 16h30: Nuno Júdice (Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Rita Ferro (Leya)

- 17h: Ondjaki (Leya)

- 17h: Padre José Luís Borga (Leya)

- 17h: António José Seguro - A Reforma do Parlamento Português (Porto Editora)

- 18h: Manuel Alegre (Leya)

- 18h: Mário Zambujal (Clube do Autor)

- 18h: Miguel Real (Clube do Autor)

Lançamentos

- 16h: Chega de Saudade, de Ruy Castro, com a presença do autor (Tinta da China)

- 17h: Apresentação de Movimento Perpétuo, de Ana Cristina Pereira, e debate "Emigrar: escolha ou destino?", com a autora e Jorge Macaísta Malheiros e Catarina Gomes. Moderação de António Araújo. (Praça da Fundação)

Infanto-Juvenil

- 15: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Autógrafos - João Amaral (Leya)

- 15h: Sessão infantil - O Coelhinho Avarento, de Isabel Ricardo (Porto Editora)

- 16h: Desfile de Mascotes (Presença)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 17h: Autógrafos - Susana Cardoso Ferreira - Viagens de Chapéu (Leya)

- 17h30: Autógrafos - Geronimo Stilton (Presença)

Gastronomia

- 16h: Autógrafos - Ana Sousa Silva - Chocolate - A Arte e os Segredos (Marcador)

- 16h: Autógrafos - Mónica Pinto - Pratos & Travessas (Porto Editora)

- 17h: Autógrafos - Tiago Cruz - Guia das Tascas de Lisboa (Leya)

- 17h30: Showcooking - Isabel Zibaia Rafael - Delicioso, Piquenique e Cozinha Para Dias Felizes (Espaço Showcooking APEL)

- 18h: Lançamento (com degustação de bolos) do livro Alguém Mais Gulosa do Que eu?, de Mafalda Agante (Leya)

- 18h30: Autógrafos - Virgílio Nogueiro Gomes - Dicionário Prático da Cozinha Portuguesa (Marcador)

- 18h30: Autógrafos - Bruno Salgueiro - As Dicas do Salgueiro (Leya)

11 DE JUNHO (sábado)

Autógrafos

- 15h: M. J. Arlidge (20|20 Editora)

- 15h: Afonso Cruz (Penguin Random House)

- 15h: João Tordo (Penguin Random House)

- 15h30: Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 15h30: João da Silva - O Sofrimento pode Esperar (Porto Editora)

- 16h: Manuel Jorge Marmelo (Porto Editora)

- 16h: Filipa Sáragga (Marcador)

- 16h: António Lobo Antunes (Leya)

- 16h: Nuno Gomes Garcia - O Dia em que o Sol se Apagou (Leya)

- 16h: Pedro Beltrão - As Duas Condessas (Leya)

- 16h: Miguel Real (Leya)

- 16h: Vasco Luís Curado (Leya)

- 16h: Margarida Palma - Veio depois a noite infame (Leya)

- 16h: Carlos Campaniço - As Viúvas de Dom Rufia (Leya)

- 16h: Patrícia Portela (Leya)

- 16h30: João de Melo (Leya)

- 16h30: Luísa Costa Gomes (Leya)

- 16h30: António Carlos Cortez (Leya)

- 16h30: Maria Teresa Horta (Leya)

- 17h: Ondjaki (Leya)

- 17h: Helena Vasconcelos (Porto Editora)

- 17h: José Jorge Letria (Clube do Autor)

- 18h: Afonso Cruz (Leya)

Lançamentos

- 17h: Racismo em Português, de Joana Gorjão Henriques; apresentação de António Araújo (Tinta da China)

Infanto-Juvenil

- 15h: Sessão infantil - O estranho apetite de Belemundo, de Ana Lázaro e Rita Fonseca (Porto Editora)

- 15h30: Autógrafos - Luís Sepúlveda e ilustrador Paulo Galindro - História de um cão chamado Leal (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - António Torrado (Leya)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - Mafalda Moutinho - Os Primos (Leya)

- 16h30: Autógrafos - Geronimo Stilton (Presença)

- 17h30: Autógrafos - Francisco Salgueiro - O Fim da inocência (Leya)

- 18h: Lançamento do livro Duas Histórias de Encantar, de Cremilda de Lima (Leya)

- 18h: Autógrafos - Luís Sepúlveda e ilustrador Paulo Galindro - História de um cão chamado Leal (Porto Editora)

Gastronomia

- 15h30: Autógrafos - Mafalda Pinto - Leite Cozinha Saudável (Porto Editora)

- 17h10: Showcooking - Rita Nascimento - Sobremesas 5, 5, 5 (Espaço Showcooking APEL)

Actividades

- 16h: Workshop de Costura - Rute Granja - Pontinhos de Amor (Marcador)

12 DE JUNHO (domingo)

Autógrafos

- 15h: M. J. Arlidge (20|20 Editora)

- 15h: João Tordo (Leya)

- 15h30: Alberto S. Santos (Porto Editora)

- 15h30: Cristina Carvalho (Porto Editora)

- 15h30: Teolinda Gersão (Porto Editora)

- 16h: Luísa Castel-Branco (Clube do Autor)

- 16h: Álvaro Laborinho Lúcio (Porto Editora)

- 16h: Bruno Vieira Amaral (Porto Editora)

- 16h: Manuel Jorge Marmelo (Porto Editora)

- 16h: João Pinto Coelho (Leya)

- 16h: Carlos Campaniço (Leya)

- 16h: Andreia Vale - Puxar a Brasa à Nossa Sardinha (Manuscrito)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: Rita Ferro (Leya)

- 17h: Pedro Chagas Freitas (Marcador)

- 17h: Francisco Moita Flores (Leya)

- 17h: Helena Sacadura Cabral (Penguin Random House)

- 18h: João Tordo (Penguin Random House)

- 18h: Helena Sacadura Cabral (Clube do Autor)

Lançamentos

- 17h: Apresentação de Turismo em Portugal, de Vera Barros, e debate "Turismo, a bóia de salvação?", com a autora e Bernardo Trindade e Adolfo Mesquita Nunes. Moderação de Nuno Garoupa. (Praça da Fundação) 

- 18h: A disputa entre o vento e o sol e outras histórias de Celestina Fernandes, Texto Editores Angola

Infanto-Juvenil

- 11h30: Hora do Conto, O Livro sem Bonecos (Presença)

- 11h30: Concerto O Sapo Apaixonado, espectáculo musical adaptado da obra de Max Velthujs, interpretado pela Orquestra da AMAC – Associação Musical dos Amigos das Crianças (Leya)

- 15h: Pordata Quiz (Espaço Fundação)

- 15h: Sessão infantil Ungali, de Elsa Serra e Carlota Flieg (Porto Editora)

- 15h30: Hora do Conto - O Livro sem Bonecos (Presença)

- 15h30: Autógrafos - Luís Sepúlveda e ilustrador Paulo Galindro - História de um cão chamado Leal (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Mafalda Moutinho - Os Primos (Leya)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

Gastronomia

- 15h30: Autógrafos - Mafalda Pinto Leite - Cozinha Saudável (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - Joana Limão Brunch (Presença)

- 16h10: Showcooking - Gabriela Oliveira - Cozinha Vegetariana para Bebés e Crianças (Espaço Showcooking APEL)

- 17h: Workshop com Sara Oliveira - Nem acredito que é Saudável (Leya)

Actividades

- 16h: Colorir para adultos - Tela Millie Marotta (Jacarandá)

- 18h: Debate sobre Liberdade de Expressão, com Ricardo Araújo Pereira, Fernanda Câncio e Daniel Oliveira (Tinta da China)

- 21h: Concerto Zézé Barbosa Trio (Leya)

13 DE JUNHO (2ª Feira)

Autógrafos

- 16h: Possidónio Cachapa (Marcador)

- 16h: Daniel Sampaio (Leya)

- 16h: António Mateus Mandela – O Rebelde Exemplar e Angola, O Regresso do Fim do Mundo (Planeta)

- 16h: Luísa Castel-Branco (Clube do Autor)

- 16h: Carlos Campaniço(Leya)

- 16h30: Inês Pedrosa (Leya)

- 16h30: João de Melo (Leya)

- 17h: Francisco Moita Flores (Leya)

- 17h: Ondjaki (Leya)

Lançamentos

- 16h: Obra Completa de Alberto Caeiro, com Jerónimo Pizarro (Tinta da China)

Infanto-Juvenil

- 15: Autógrafos - Nuno Caravela - O Bando das Cavernas (Booksmile)

- 15h: Sessão infantil - Cancioneiro da Bicharada, de Carlos Garcia (Porto Editora)

- 16h: Autógrafos - O Grufalão (Jacarandá)

- 16h: Autógrafos - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (Leya)

- 16h: Autógrafos - Maria Inês Almeida - A Admirável Aventura de Mandela, Quando Eu For Grande e A Última Árvore (Planeta)

Gastronomia

- 18h: Showcooking - Marta Horta Varatojo - O Livro de Cozinha da Marta (Espaço Showcooking APEL)

Actividades

- 16h: Workshop HairStyling - Mafalda Perfeito - Guia Para um Cabelo Perfeito (Manuscrito)

- 18h: Showcase da cantora Maria Lisboa, autora do livro Nas mãos de Deus (Leya)

- 19h: Conversa em torno do livro Jacinta – A Profecia, de Manuel Arouca (Leya)

(Actualização 25/05/2016)

O site da Feira do Livro já está em funcionamento! Se quiserem ir cuscar os livros do dia, podem clicar em baixo:

Livros do Dia

 

21 de maio de 2016

Opinião - "O Monstro de Monsanto", de Pedro Jardim


O Monstro de Monsanto
de Pedro Jardim

Edição: 2015
Páginas: 280
Editor: A Esfera dos Livros
ISBN: 9789896266424
Categoria: Ficção; Policial; Thriller
Uma rapariga encontrada morta na floresta de Monsanto. Um delicado vestido azul a cobrir o corpo. O cabelo cuidadosamente penteado. Uma máscara de papel branco com um poema de Florbela Espanca sobre o rosto.
É este o cenário que Isabel Lage, inspectora da Brigada de Homicídios da Polícia Judiciária, encontra no local do crime. A primeira vítima de um serial killer que não deixa pistas, que habilmente se move pela floresta e que parece conhecer todos os passos da polícia. Isabel está apostada em resolver este mistério e fazer justiça em nome das mulheres que morrem às mãos de um assassino frio e calculista. Mas todas as pistas levam a João, o seu antigo companheiro de patrulha, e com quem partilhou mais do que aventuras profissionais.
Pode haver um monstro em qualquer um de nós...

Ainda não tinha sido lançado e já este livro me tinha deixado entusiasmada. A premissa de um serial killer a percorrer as ruas da nossa capital, um monstro à solta, escapando-se às mãos da polícia, uma mulher inspectora e todo um jogo psicológico, aliado ao facto de ter sido escrito por um autor português foram razões mais do que suficientes para querer ler, o mais rápido possível, este livro.

Devo confessar, no entanto, que não me encheu as medidas. Apesar de ter todos os elementos para ser fantástico, acabou por passear por diversas mentes, principalmente do "monstro" e de Isabel e João, as personagens principais, mas de uma forma um pouco "aérea", havendo imensas divagações (quase poéticas) que me fez perder, por vezes, um pouco o fio à meada.

Em relação a todo o enredo, apesar de andarmos um pouco às voltas do que realmente interessa, até está bem conseguido. São várias as vezes em que pensamos ter descortinado toda a trama e ter descoberto a identidade do assassino e, entretanto, dá-se um twist qualquer que nos deixa novamente a questionar. Não, nada é o que parece, pormenor que gostei.

Em relação à forma como a história é contada, temos o ponto de vista das várias personagens dividido por capítulos. Cada capítulo é a mente de alguém, mostrando as suas histórias pessoais, as suas conquistas, as suas fraquezas, os seus medos e os seus demónios, cada uma com o seu próprio monstro (e não temos todos um monstro dentro de nós?). No entanto, e como já mencionei, cada personagem tende a divagar imenso o que, não sendo necessariamente mau, acaba por nos afastar do policial em si. Talvez por isso não me encheu as medidas como esperava, pelo facto de ficarmos com toda a investigação em segundo plano e, quando é focada, parecer um pouco forçada no meio de tantos demónios psicológicos.

De um ponto de vista mais lato, e agora que conheço toda a história, compreendo qual o objectivo do autor. A ideia de um thriller psicológico intenso é apelativa e quase foi bem sucedida. Na minha opinião, o autor criou uma gema em bruto que não conseguiu lapidar totalmente.

Apesar de tudo, não foi uma má leitura, apenas esperava outra coisa, mais qualquer coisa. Mas não pensem que desisti do autor, muito pelo contrário. Acho que tem uma imaginação fantástica e boas ideias e, sendo este o seu primeiro romance adulto (o autor escreveu vários livros para crianças), é mais do que natural que não tenha acertado a 100%, o que não invalida ter sido uma óptima aprendizagem para os seus próximos livros (acredito que sim!). E é mesmo isto que não me deixa desistir do Pedro Jardim, a expectativa de que o próximo livro seja muito bom, o que acredito que será.

19 de maio de 2016

Lançamentos em Maio (3ª Parte)

Veneno Fatal, de Dorothy L. Sayers

Lançamento a 16 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Harriet Vane é uma talentosa autora de romances policiais. Os seus enredos - em que "usa" generosas quantidades de veneno - são populares e fazem dela uma mulher independente. Ou melhor, faziam… Harriet está agora presa, acusada de assassinar o noivo que, curiosamente, morreu envenenado, numa tragédia que parece reproduzir à letra uma das suas obras. Não ajuda nada o facto de ela, na altura da morte de Philip, ter arsénico em casa. Todos os indícios apontam para a sua culpa. Harriet Vane corre o sério risco de morrer na forca.
Por sorte, um membro do júri não está convencido.
E Lord Peter Wimsey, cujo comportamento perante a ré é ainda mais extravagante do que em circunstâncias normais, também não. Juntos, tentarão provar a inocência da jovem. Mas o tempo escasseia, e o nó da corda parece apertar-se a cada dia que passa...

O Peso do Coração, de Rosa Montero

Lançamento a 16 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Três anos, dez meses e vinte e um dias.
É o tempo que resta a Bruna Husky. A detective replicante, que é uma sobrevivente capaz de tudo, continua a debater-se com a independência total e a necessidade desesperada de carinho, como uma fera aprisionada na jaula de uma existência a prazo.
Contratada para resolver um caso aparentemente simples e lucrativo, Bruna vê-se envolvida numa trama de corrupção internacional de tal forma sinistra e ameaçadora que pode comprometer a existência da própria Terra. Num futuro no qual os direitos, outrora considerados essenciais, se tornaram reféns do dinheiro, a replicante revela-se uma guerreira empenhada na luta contra esquemas de organização social baseados em preconceitos, regras rígidas e fanatismo, que põem em causa a existência de todos os seres.

O Peso do Coração é um romance distópico que, a partir do debate claro e actual das consequências das opções do presente, reflecte de forma madura sobre as condições de vida e da morte, e sobre aquilo que é, na essência, a própria definição de humanidade, constituindo um regresso extraordinário ao mundo fascinante de Lágrimas na Chuva.

Síndrome de Antuérpia, de João Felgar

Lançamento a 17 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
No princípio tinha corpo e nome de homem. Depois partiu da aldeia, foi-se embora. Quando voltou era uma mulher, com um nome estranho e um passado de estrela dos palcos. Mas talvez fosse mentira. Por algum tempo foi atracção de uma boîte de beira de estrada. Até à noite do incêndio, quando lhe deram o nome de Castiça, e se tornou a tola da aldeia.
No primeiro sábado da Quaresma, Castiça aparece morta no fundo de uma pedreira abandonada. Traz vestida ainda a roupa que usara durante o corso e o baile de Carnaval. Castiça era a doida da aldeia, cantava nas esquinas, bebia muito, e dizia asneiras alto. Mas não foi sempre assim, nem teve sempre esse nome.
Justiniano Alfarro é preso no próprio dia em que o corpo é descoberto, porque tudo indica, com uma clareza sem margem para dúvidas, que foi ele quem a matou. Seria tudo um logro, um embuste, porque Justiniano era o mais perfeito dos homens. Mas nenhuma voz se levantou quando o levaram, e todos aceitaram a notícia num silêncio cúmplice. Todos, menos as mulheres que o amaram.
Antuérpia, sua filha, é uma dessas mulheres. Convencida de que enfrenta um conluio, prepara-se para repor a verdade procurando-a no passado do pai. Mas engana-se, porque a origem de tudo está no futuro da aldeia.

Legado nos Ossos (Trilogia do Baztán Vol. 2), de Dolores Redondo

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
O julgamento do padrasto da jovem Johana Márquez está prestes a começar. A ele assiste uma grávida Amaia Salazar, a inspectora da Policía Foral que há um ano resolveu os crimes do denominado Basajaun, que semearam de terror o vale do Baztán.

Amaia também reuniu as provas incriminadoras contra Jasón Medina, que imitando o modus operandi do Basajaun assassinou, violou e mutilou Johana, a filha adolescente da mulher. De repente, o juiz anuncia que o julgamento será cancelado: o réu acaba de se suicidar na casa de banho do tribunal. Face à expectativa e à irritação que a notícia provoca entre a assistência, Amaia é chamada pela polícia: o réu deixou um bilhete de suicídio dirigido à inspectora, um bilhete que contém uma mensagem concisa e inquietante: Tarttalo.

Essa única palavra que remete para a personagem fabulosa do imaginário popular basco desvendará uma trama terrífica que envolve a inspectora até culminar num trepidante desfecho.

O Livro dos Baltimore, de Joël Dicker

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
«Se encontrar este livro, por favor leia-o. Queria que alguém conhecesse a história dos Goldman de Baltimore.»

Até ao dia do Drama, existiam dois ramos da família Goldman: os Goldman de Baltimore e os Goldman de Montclair.
O ramo de Baltimore, próspero e bafejado pela sorte, mora numa luxuosa mansão. Encarna a imagem da elite americana, abastada e influente, que vive em bairros exclusivos, passa férias nos Hamptons e frequenta colégios privados. Já os Goldman de Montclair são uma típica família de classe média e vivem numa casa banal em Nova Jérsia. É a esta família modesta que pertence Marcus Goldman, autor do romance "A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert". Mas era à família feliz e privilegiada de Baltimore que Marcus secretamente desejava pertencer. Mas tudo isto se transforma com o Drama.
Oito anos depois do dia que tudo mudou, é a história da sua família que Marcus Goldman decide investigar. Movido pelas memórias felizes dos tempos áureos de Baltimore, procura descobrir o que se passou no dia do Drama, que mudaria para sempre o destino da família. O que aconteceu realmente aos Goldman de Baltimore?

O apelo do Anjo, de Guillaume Musso

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
"O Apelo do Anjo" é uma trama magistralmente construída, que se move entre o romance e o thriller. Cheio de suspensee com um fim de tirar o fôlego.

No telefone ele tinha toda a sua vida…

Nova Iorque, Aeroporto JFK.
Na cheia sala de embarque, um homem e uma mulher chocam, espalhando as suas coisas pelo chão. Depois de uma discussão normal, recuperam os haveres e cada um segue o seu caminho. Madeline e Jonathan nunca se viram na vida e é improvável que se voltem a encontrar. Mas, ao apanharem as coisas,trocaram inadvertidamente de telemóveis.
Quando se apercebem do engano, já estão a dez mil quilómetros um do outro: ela é florista em Paris, ele tem um restaurante em São Francisco.

Não tarda para que os dois cedam à curiosidade, analisando o conteúdo dos telemóveis. Uma dupla indiscrição, que conduz a uma revelação inesperada: as suas vidas estão ligadas por um segredo que pensavam estar enterrado para sempre...

O Livro, de Zoram Zivkovic

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Zoran Živkovic demonstra uma vez mais toda a sua imensa cultura livreira e, com muito humor, ironia e sátira, compõe um brilhante exercício de imaginação narrativa, onde é o próprio Livro que se assume como protagonista da sua própria história e se dirige em primeira pessoa ao seu leitor humano. Ambos, afinal, partilham muitos aspectos da sua existência e, porventura, o mesmo destino, ou não seria o Livro, mais do que um mero objecto impresso, um verdadeiro monumento à inteligência, ambição e vaidade humanas.

Os Frutos da Terra, de Knut Hamsun

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Grande épico da vida rural, cujo imediato e enorme sucesso internacional foi em grande medida responsável pela atribuição, três anos depois da sua publicação, do prémio Nobel ao autor, Os Frutos da Terra, representa um dos cumes mais elevados da produção literária de Knut Hamsun. Exortando o retorno do Homem a uma vida salutar e simples em comunhão com a Natureza como único remédio para eliminar a degradação causada pela modernidade e pelo progresso à humanidade, Hamsun oferece ao leitor neste romance uma das personagens mais fascinantes da história da literatura: Isak, homem rude e sem passado, intrépido pioneiro, estabelece-se na terra inóspita e selvagem do norte da Noruega, onde constrói com o esforço do seu trabalho uma quinta, a Sellanraa, e funda, juntamente com a sua mulher Inger, uma família e um modelo de vida ideal, ameaçado pela chegada de outros colonos.

A Vida no Campo, de Joel Neto

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Um homem e uma mulher. Um jardim e uma horta. Dois cães. Ao fim de vinte anos na grande cidade, Joel Neto instalou-se no pequeno lugar de Dois Caminhos, freguesia da Terra Chã, ilha Terceira. Rodeado de uma paisagem estonteante, das memórias da infância e de uma panóplia de vizinhos de modos simples e vocação filosófica, descobriu que, afinal, a vida pode mesmo ser mais serena, mais barata e mais livre. E, se calhar, mais inteligente.

Um Homem Chamado Ove, de Fredrik Backman

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
À primeira vista, Ove é o homem mais rabugento do mundo. Sempre foi assim, mas piorou desde a morte da mulher, que ele adorava. Agora que foi despedido, Ove decide suicidar-se. Mal sabe ele as peripécias em que se vai meter. Um jovem casal recém-chegado destrói-lhe a caixa de correio, o seu amigo mais antigo está prestes a ser internado a contragosto num lar, e um gato vadio dá-se a conhecer.

Ove vê-se obrigado a adiar o fim para ajudar a resolver, muito contrariado, uma série de pequenas e grandes crises. Este livro simultaneamente hilariante e encantador fala-nos de amizades inesperadas e do impacto profundo que podemos ter na vida dos outros.

Ready, Player One, de Ernest Cline

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Em 2044 o mundo tornou-se um lugar triste, devastado por conflitos, escassez de recursos, fome, pobreza e doenças. Wade Watts só se sente feliz na realidade virtual conhecida como OASIS, onde pode viver, jogar e apaixonar-se sem constrangimentos. Quando o criador do OASIS morre, deixa a sua imensa fortuna e o controlo da realidade virtual a quem conseguir resolver os enigmas que aí escondeu. Os utilizadores têm apenas como pistas a cultura pop dos anos 1980. Começa assim uma frenética e perigosa caça ao tesouro.

Nos primeiros anos, milhares de jogadores tentam solucionar o enigma inicial sem sucesso. Até que Wade por acaso desvenda a primeira chave. De um momento para o outro, vê-se numa corrida desesperada para vencer o prémio, uma corrida que rapidamente continua no mundo real e que põe em risco a sua vida.

Quill, de Nano Fregonese

Lançamento a 18 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Adam Quill é rico e famoso, o novo escritor do momento, um «astro do rock da literatura». Pelo menos era nisso que acreditava, até o mundo ter deixado de se lembrar dele.

Sofrendo com o anonimato, Adam depara-se com as personagens dos seus livros, vivas e em carne e osso, o que, tendo em conta o tipo de histórias que escreve, não é nada animador.

À medida que mergulha cada vez mais profundamente no mistério, Adam descobre que está na mira de um velho e recluso escritor que procura a imortalidade ao roubar a alma e a imaginação de jovens artistas. Inicia-se, então, uma disputa que só terminará no local de onde emana toda a força criativa, um local capaz de mudar a realidade: o Mundo de Tinta.
Escritores lendários, personagens literárias, deuses antigos, rituais místicos: tudo acaba por se misturar num confronto terrível que revela não apenas a natureza da existência, como também a do próprio Adam.

O Pavilhão Púrpura, de José Rodrigues dos Santos

Lançamento a 19 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Pode uma ideia mudar o mundo?

Nova Iorque, 1929. A bolsa entra em colapso, milhares de empresas fecham, milhões de pessoas vão para o desemprego. A crise instala-se no planeta.
Salazar é o ministro das Finanças em Portugal e a forma como lida com a Grande Depressão granjeia-lhe crescentes apoios. Conta com Artur Teixeira para subir a chefe de governo, mas primeiro terá de neutralizar a ameaça fascista.
O desemprego lança o Japão no desespero. Satake Fukui vê o seu país embarcar numa grande aventura militarista, a invasão da Manchúria, na mesma altura em que tem de escolher entre a bela Harumi e a doce Ren.
Lian-hua escapa a Mao Tse-tung e vai para Peiping. É aí que a jovem chinesa e a sua família enfrentam as terríveis consequências da invasão japonesa da Manchúria.
A crise mundial convence os bolcheviques de que o capitalismo acabou. Estaline intensifica as colectivizações na União Soviética e o preço, em mortes e fome, é pago por milhões de pessoas. Incluindo Nadezhda.

A Guitarra Azul, de John Banville

Lançamento a 19 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Abandonado pelas musas, Oliver Orme pode já não ser um pintor, mas será sempre um ladrão. Orme não rouba por dinheiro, mas pela necessidade de reter e corrigir o mundo em seu redor e pelo prazer, quase erótico, de furtar algo aos outros; bens irresistíveis como Polly, a mulher do seu melhor amigo Marcus. Quando o caso de ambos é descoberto, com consequências irreparáveis para Marcus, Polly, Orme e a sua mulher Gloria, o culpado refugia-se na sua casa de infância, enveredando por um caminho que irá forçá-lo a enfrentar-se a si próprio em busca de redenção.
Mordaz, espirituoso, emocional e devastador, A Guitarra Azul disseca a natureza do ciúme e dos relacionamentos e revela uma vida assombrada pelo desejo da posse, permanentemente consciente da fragilidade do coração dos homens.
A História de Kullervo, de J. R. R. Tolkien

Lançamento a 20 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
Kullervo filho de Kalervo é talvez o mais negro e mais trágico personagem de entre todas as personagens de Tolkien. «Kullervo Infeliz», como Tolkien o apelidava, é um órfão sem sorte com poderes sobrenaturais e um destino trágico.

A sua infância foi passada no lar do feiticeiro Untamo, que matou o seu pai, raptou a sua mãe, e que tentou por três vezes matá-lo quando ainda era pequeno. Kullervo está só, à excepção do amor que nutre pela sua irmã, Wanona, e do seu guardião com poderes mágicos, Musti, um cão preto. Quando Kullervo é vendido como escravo, jura vingar-se do feiticeiro, mas irá descobrir que até perante uma vingança terrível, não é possível escapar ao mais cruel dos destinos.

Tolkien escreveu que A história de Kullervo foi «o início da minha tentativa para criar as minhas próprias lendas» e também que seria «um tema maior nas lendas da Primeira Idade»; o seu Kullervo é o antecessor de Turim Turambar, o trágico e incestuoso herói de Os Filhos de Hurin. Além de ser uma história poderosa por si só, a História de Kullervo é pela primeira vez publicada com os esboços e as notas do autor, bem como ensaios sobre a obra onde se inspira, Kalevala, o que a revela como base da estrutura do mundo inventado de Tolkien.

Quando Ruiu a Ponte Sobre o Tamisa, de Ana Gil Campos

Lançamento a 20 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
«Eu sou aquela que vive numa brisa morna quando ardo por dentro e toco friamente no mundo, porque não lhe chego a tocar. Nasci com o título eloquente de princesa, mais usado pelos outros do que por mim, transformei um belo sapo num astuto príncipe, parecendo mais príncipe do que esta princesa com quem se casou, e vivo amenamente no luxo dos meus dias. Sou uma princesa indiana. É isto que dizem que sou e é isso que aceito, mornamente.»

Uma misteriosa mulher encontrada inconsciente numa rua de Bombai. O dia a dia de uma família real indiana. Uma inquietante viagem por Goa. A luxuosa vida de uma princesa indiana em Londres. Um amigo inusitado (e conhecido por todos) com quem a princesa tem as mais íntimas confissões. As certezas de um casamento seguro e tranquilo abaladas por uma paixão inesperada que a princesa não sabe explicar nem controlar. Reencontros, dúvidas, angústias e revelações na vila de Sintra.
Numa escrita marcada pela fantasia, paixão, beleza e exotismo, a autora aborda temas como a globalização, as disparidades entre a pobreza e a riqueza, o nosso papel na sociedade, o amor e a paixão.

A Partir de Uma História Verdadeira, de Delphine de Vigan

Lançamento a 20 de Maio - COMPRAR

Sinopse:
A história é contada na primeira pessoa, com Delphine, a narradora, como uma das duas personagens. Todos os nomes são de pessoas reais: o da autora/narradora, o dos filhos, do namorado… A história é aparentemente autobiográfica e, no entanto, torna-se a certa altura um jogo de espelhos, em que é difícil discernir entre realidade e ficção. Nada previsível, cheio de surpresas, com um suspense crescente (chega a ser atemorizante), mantém o leitor literalmente agarrado até ao fim(*). Delphine crê que a sua incapacidade de escrever terá coincidido com a entrada de L. na sua vida. L. é a mulher perfeita que Delphine gostaria de ser: muito bonita, impecavelmente cuidada, de uma grande sofisticação e inteligência. L. está também ligada à escrita - é escritora-fantasma. L. insinua-se lenta mas inexoravelmente na vida de Delphine: lê-lhe os pensamentos, adivinha-lhe os desejos e necessidades, termina-lhe as frases, torna-se totalmente indispensável - é a amiga ideal. Mas, aos poucos, sabemos que ela conseguiu isolar Delphine (afastando toda a gente), que lhe lê os diários, a correspondência, que se faz passar por ela! E quer demover Delphine de escrever o livro que esta está a preparar, obrigando-a a escrever a obra que ela (L.) quer: Introduz-se, assim, na vida da amiga de forma insidiosa, permanente, por fim violenta, controlando tudo. É aqui que há um volte-face na intriga - até aí muito perto do real - e uma possibilidade autobiográfica. O fim é maravilhosamente surpreendente. O seu livro anterior, Rien ne s’oppose à la nuit, em que conta a história da mãe, vendeu cerca de um milhão de exemplares em França e teve vendas na casa das dezenas de milhares em Espanha. 

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com