"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

30 de janeiro de 2016

Opinião - "A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo", de Stieg Larsson

A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo
(Flickan som lekte med elden)
de Stieg Larsson

Edição: 2014
Páginas: 616
Editor: Dom Quixote
ISBN: 9789722056274
Colecção: Millennium II
Categoria: Ficção; Policial; Thriller
Depois de uma longa estada no estrangeiro, Lisbeth Salander regressa à Suécia e instala-se luxuosamente numa zona nobre da cidade.
Mikael Blomkvist, que tentara contactá-la durante meses, sem sucesso, desiste e concentra-se no trabalho. À Millennium chega material para uma notícia explosiva: o jornalista Dag Svensson e a sua companheira Mia Johansson entregam na editora dois documentos que provam o envolvimento de personalidades importantes numa rede de tráfico de mulheres para exploração sexual.
Quando Dog e Mia são brutalmente assassinados, todos os indícios recolhidos no local do crime apontam um suspeito: Lisbeth Salander, e a polícia move-lhe uma implacável perseguição.
Lisbeth Salander, que está disposta a romper de vez com o passado e a punir aqueles que a prejudicaram, tem agora de provar a sua inocência e só uma pessoa parece disposta a ajudá-la: Mikael Blomkvist que, apesar de todas as evidências, se recusa a acreditar na sua culpabilidade.

Meus amigos, se o primeiro livro foi fantástico, este rebentou a escala!

É neste volume que iremos conhecer um pouco melhor Lisbeth, tanto que será a partir daqui que toda a sua vida dará uma reviravolta até ficar de pernas para o ar. Todo o seu passado, aquilo que foi e o que é, será esmiuçado e retorcido por toda a gente e mais alguém, de forma inesperada e alucinante.
À semelhança do primeiro livro, toda a trama irá desenrolar-se a partir de uma situação/ história que nos parece, ao início, seguir um caminho totalmente independente das personagens principais e cujas restantes personagens parecem não ter qualquer tipo de ligação. Mas rapidamente percebemos que essa história é apenas a ponta do iceberg, aquela linha que puxada se continua a desenrolar até termos um buraco na camisola. É ao puxar essa ponta solta que se vão descobrindo os mais escandalosos segredos sobre instituições secretas dentro do governo, espiões, encobrimentos do tempo do KGB e, inesperadamente, sobre a própria Lisbeth. A teia é enorme e espalha-se por sítios inimagináveis.

O autor não desilude, criando cenários e enredos vívidos, envolventes e tão insanemente terríveis, que nos tiram o fôlego. Fiquei mesmo a questionar se a Suécia será assim tão corrupta...

Um pormenor do qual gostei imenso foi o facto de, apesar de nunca se encontrarem fisicamente, Lisbeth e Mikael não desistirem um do outro (mesmo que Lisbeth o tente a todo o custo), tornando-se num eterno par de aliados mesmo quando as hipóteses não os favoreçam.
E os momentos finais... que desespero! A vontade de ler o livro seguinte de rajada foi forte, muito forte!

Este é, de facto, um excelente livro e cada vez mais lamento a perda do autor. Stieg Larsson era, sem dúvida, um génio dentro do género.

29 de janeiro de 2016

Dia dos Namorados - DIY Marcadores de Livros

O primeiro mês do ano já está quase a terminar o que significa que já está tudo restabelecido das festividades de Natal e de Ano Novo. E como a malta gosta é de festividades, próximo no calendário está o Dia dos Namorados.
Confesso que não gosto muito deste dia pois, para além de ser uma pirosada de corações, cupidos, rosas e vermelhos, acho absurdo o nível de consumismo envolvido. Oh, capitalismo a quanto obrigas! Enfim...
Mas, como em tudo na vida, há coisas bastante giras também e que podem ser feitas por nós, o que imprime um cunho muito mais interessante e bonito a todo o tema. E se a vossa cara metade gostar de livros, tenho o presente ideal para vocês!

Vejam só os marcadores de livros giríssimos que encontrei. São grátis, pelo que podem imprimir e pôr as mãos à obra. É só clicar nas imagens e são redireccionados para o site onde podem imprimir.

 Positively Splendid
Positively Splendid
 Literary Notions
Literary Notions
Thirty Handmade Days
Fontaholic
Living Locurto
Pitter and Glink
The Pinning Mama
Divirtam-se! :D

25 de janeiro de 2016

Lançamentos em Janeiro (4ª Parte)

História da Menina Perdida, de Elena Ferrante

Lançamento a 25 de Janeiro

Sinopse:
Deixando o marido em Florença, Elena volta a Nápoles para viver com Nino Sarratore, esperando que este se separe da mulher. É agora uma escritora reconhecida e procura escapar ao ambiente conflituoso do bairro onde cresceu e a sua família continua a viver. Evita encontrar Lila. Mas as duas amigas de infância não conseguem manter-se distantes e acabam mesmo por engravidar ao mesmo tempo, o que lhes permite reencontrar, por algum tempo, a passada cumplicidade.

A Casa em Paris, de Elizabeth Bowen

Lançamento a 25 de Janeiro

Sinopse:
Quando Henrietta, com apenas onze anos, chega a Paris, para viver com os Fishers, pouco sabe acerca dos fascinantes segredos que envolvem a casa. Henrietta descobre depois que a sua visita coincide com a de Leopold, um jovem que veio a Paris para ser apresentado à mãe que nunca conheceu.
Ameaça Global, de Joel C. Rosenberg

Lançamento a 26 de Janeiro

Sinopse:
E se o Estado Islâmico obtivesse armas de destruição em massa? Como seria o nosso mundo? Ameaça Global é um thriller intenso e perturbadoramente actual sobre os bastidores do mundo dos serviços secretos, da intriga política e da ameaça terrorista à escala global. Baseado em factos reais.

Rosa Brava, de José Manuel Teles 

Lançamento a 26 de Janeiro (Nova Edição)

Sinopse:
Rosa Brava é um romance baseado numa investigação histórica que reinventa, numa linguagem cativante, uma das personagens mais fascinantes da História de Portugal: Dona Leonor Teles. Desenrola-se por entre intrigas palacianas, traições, assassínios e guerras com Castela.

A Crónica de Travnik, de Ivo Andric

Lançamento a 26 de Janeiro

Sinopse:
No auge das campanhas militares que opõem La Grande Armée de Napoleão aos exércitos aliados das restantes potências europeias, o diplomata francês, Jean Deville, logo seguido pelo seu congénere e rival austríaco, é enviado como cônsul para Travnik, capital bósnia do Império Otomano, terreno multiétnico de disputas milenares entre a cultura ocidental e a cultura oriental. Nesta pequena cidade perdida nos montes, os dois cônsules assistem progressivamente ao naufrágio dos seus sonhos de juventude e ambição perante a desconfiança de uma comunidade atávica e hostil.

As Grandes Cartas de Amor, de Vários

Lançamento a 27 de Janeiro

Sinopse:
Este livro reúne 51 cartas comoventes, eufóricas, apaixonadas e sofridas.
Foram escritas por grandes figuras, de Virginia Woolf a Beethoven, de Napoleão a Karl Marx.
Dão-nos lições de dignidade, de paixão, de amorosa resignação. Ensinam-nos os caminhos da alegria, do desejo e da perda.

Papoila Selvagem, de Sarah Musgrave

Lançamento a 28 de Janeiro

Sinopse:
Nicole tinha atingido o ponto crítico da sua vida. Ia fazer quarenta anos e ainda não tinha vivido a vida. Todos os desejos e esperanças tinham ficado perdidos no tempo. Decidiu agarrar o seu sonho de miúda. Ser viajante. Pegar numa mochila e desaparecer no mundo. Perder-se para nunca mais ser encontrada. Deixou os filhos, os pais, a irmã e um ex-marido violento e foi atrás de todos aqueles destinos que sempre anotara no seu livro de recortes. Nesta excitante viagem, Nicole começa a viver. Descobre a escalada e o pole dance. Encontra o amor quando já tinha desistido de procurar. No seu caminho vão cruzar-se pessoas maravilhosas que vão ensiná-la a perdoar e a aceitar o amor. Vai finalmente compreender que tudo o que viveu serviu para que pudesse apreciar o que a vida lhe estava a oferecer a oportunidade de ser feliz. Mas Nicole tem um segredo e já não tem tempo. Tiquetaque, tiquetaque. Será que os deuses vão permitir que ela seja realmente feliz?

O Quarto de Jack, de Emma Donoghue

Lançamento a 28 de Janeiro (Nova Edição)

Sinopse:
Original, poderoso e soberbo, Jack é inesquecível: a coragem e o imenso amor numa história perturbante contada pela voz da inocência.

Para Jack, de cinco anos, o quarto é o mundo todo. É onde ele e a Mamã comem, dormem, brincam e aprendem. Embora Jack não saiba, o sítio onde ele se sente completamente seguro e protegido, aquele quarto é também a prisão onde a mãe tem sido mantida contra a sua vontade. Contada na divertida e comovente voz de Jack, esta é uma história de um amor imenso que sobrevive a circunstâncias aterradoras, e da ligação umbilical que une mãe e filho.

O quarto é um lugar que nunca vai esquecer; o mundo é um sítio que nunca mais olhará da mesma maneira.

Mundo do Fim do Mundo, de Luis Sepúlveda

Lançamento a 28 de Janeiro

Sinopse:
Um adolescente, fascinado pela leitura de Moby Dick, aproveita as férias de verão para embarcar num baleeiro e conhecer, nos confins austrais do continente americano, as terras onde o mundo termina. Muitos anos depois, já adulto, jornalista e membro activo dos movimentos ecologistas, o acaso fá-lo regressar a essas paragens distantes por uma razão distinta mas talvez igualmente romântica: a fauna marítima que habita as águas gélidas e impolutas desse mundo do fim do mundo está a ser destruída pela acção criminosa de navios piratas.

Partindo de um exercício ficcional de evocação da memória juvenil, impregnado de aventura e deslumbramento, Luis Sepúlveda traça um belíssimo roteiro do Chile Austral. Simultaneamente, põe a descoberto os obscuros interesses internacionais que sustentam a caça ilegal de espécies protegidas, aqueles que a praticam e aqueles que corajosamente a combatem, transformando a narrativa numa demanda pela salvação da vida do seu mar.

A Felicidade Nunca Vem Só, de Nora Roberts

Lançamento a 29 de Janeiro

Sinopse:
Com uma vida de sonho que é a inveja de todas as mulheres, Whitney MacAllister um dia é surpreendida quando um homem misterioso se apodera do seu Mercedes, pouco antes das balas começarem a voar. Mas esta não é uma tentativa de sequestro nem o homem ferido é um criminoso comum. Inesperadamente, Whitney é arrastada para uma parceria com um estranho para conseguir escapar à morte iminente. Diante deles está uma série de documentos roubados que levam a uma fabulosa fortuna escondida. Atrás, um grupo de assassinos implacáveis que eliminam quem se atravessa no seu caminho. A perseguição acaba por levá-los à exótica ilha de Madagáscar, onde o jogo terá um aterrador desfecho, que poderá não ter vencedores, nem perdedores… nem sobreviventes.


13 de janeiro de 2016

Lançamentos em Janeiro (3ª Parte)

A Prometida do Capitão, de Tessa Dare

Lançamento a 18 de Janeiro

Sinopse:
Maddie é bonita e talentosa, pelo que todos esperam que ela se case em breve. Mas Maddie é muito tímida em relação aos homens, além de ter um medo terrível de espaços públicos e multidões.
Para se livrar de ter de ir a festas e ser cortejada, ela inventa um noivo imaginário: um capitão escocês de nome MacKenzie, muito apaixonado e dedicado, a quem escreve cartas onde revela os seus mais íntimos desejos e anseios. Aproveitando as prolongadas ausências do capitão, que vive convenientemente longe por causa da guerra, Maddie vai conseguindo escapar à pressão de se apresentar à sociedade.
Anos depois, porém, o inimaginável acontece: o capitão, produto da sua imaginação, aparece-lhe em carne e osso. Este capitão Logan MacKenzie é um soldado atraente, mas rude e selvagem. E o pior de tudo é que tem na sua posse as cartas de Maddie, aquelas que ela escreveu ao seu noivo fictício, e que contêm segredos inconfessáveis.
Agora, o capitão pretende fazê-la cumprir todas as promessas que ela lhe fez e que nunca esperou ter de concretizar…

Os 100 - 21 Dias Depois, de Kass Morgan

Lançamento a 18 de Janeiro

Sinopse:
Passaram 21 dias desde que os 100 chegaram à Terra.
Há 21 dias, eles pensavam ser os primeiros humanos a pisar o solo terrestre em séculos. Há 21 dias, eles pensavam estar sozinhos e seguros. Mas a realidade era completamente diferente. E ninguém estava preparado para ela…
Nesta excitante aventura de Os 100, há segredos revelados, crenças postas em causa e relações testadas ao limite. Os 100 vão ser postos à prova e terão de se unir para sobreviver.

Os Sinais do Amor, de Marianne Kavanagh

Lançamento a 18 de Janeiro

Sinopse:
Unidos pelo amor, separados por segredos e preconceitos, só na dor se irão encontrar.
As irmãs Kim e Eva tiveram de aprender a cuidar de si próprias muito cedo, desde que os pais se separaram e cada um foi para seu lado. Kim é desconfiada e não gosta de aceitar ajuda de ninguém, ao contrário da irmã que aceita e agradece todo o apoio que lhe é oferecido.
Quando Harry surge nas suas vidas, conquista Eva de imediato, com o seu charme irresistível, mas Kim não o aceita e não compreende o que é que um espírito livre como a irmã vê num banqueiro orgulhoso e convencido. Além disso, ele parece ter como passatempo favorito provocar Kim.
Então, Eva adoece, e tudo muda: Kim e Harry são forçados a passar mais tempo juntos. Os mal-entendidos que os separam e os segredos há muito escondidos começam a vir à superfície, alterando para sempre a vida de ambos.
Uma história encantadora e cativante, Os Sinais do Amor desenha um retrato comovente sobre os laços complexos da família, da amizade e do amor.

Um Caso Tipicamente Inglês, de Elizabeth Edmondson

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
Numa encantadora vila rural inglesa, o Castelo de Selchester definha. A II Guerra Mundial terminou há pouco, e nos imponentes salões restam apenas os ecos de glórias passadas. É um destino pouco apetecível para Hugo Hawksworth, oficial dos Serviços Secretos a quem é confiada a missão de organizar os arquivos do castelo. O jovem chega acompanhado pela irmã mais nova, Georgia, por quem é responsável desde a morte dos pais. Ambos antecipam uma estadia entediante e desconfortável. 
Estão enganados.
A vida no campo é uma surpresa. Rodeados de aristocratas altivos e grandiosas mansões, empregados excêntricos e vizinhos indiscretos, os irmãos sentem que mergulharam noutra era. Mas rapidamente se deparam com segredos, intrigas familiares, uma ou outra traição e... o esqueleto do Conde de Selchester, cujo desaparecimento numa noite de tempestade permanecia envolto em mistério. A polícia encerra o caso sem grandes demoras. Hugo, no entanto, não se deixa convencer. Com a ajuda de Freya Wryton, a tentadora sobrinha do conde, lança-se numa investigação cujas sombrias implicações irão agitar todos os que o rodeiam. 
Com a elegância de Downton Abbey e a astúcia de Agatha Christie, Um Caso Tipicamente Inglês é o primeiro volume da Série Selchester e marca o regresso à escrita de Elizabeth Edmondson, uma das escritoras mais queridas dos leitores portugueses.

Regresso ao Paraíso, de Germano Almeida

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
«De modo que da Boa Vista da minha infância pouco mais já resta que o prazer de usar o tempo. É uma noção do tempo em que o hoje e o amanhã, o agora e o mais daqui a bocado, continuam significando a mesmíssima coisa. E quando para lá ia em férias, ia sobretudo em busca desse tempo sem relógio, que é nosso e está por nossa conta.»

«O quebranto era suspeitado quando uma criança ficava de repente com o corpo esmorecido, sobretudo se era uma criança no geral irrequieta ou traquinas. Mas de repente ficava calada, ensimesmada, quase a querer esconder-se pelos cantos da casa, perdida a vivacidade e a capacidade de fazer terribezas. Nesses casos [...] decidia-se que a criança tinha sido quebrantada [...].

Diz-me Quem Sou, de Sophie Kinsella

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
E se acordares e a tua vida for perfeita?

E se um dia abrir os olhos e, de repente, a sua vida for perfeita? Por incrível que pareça, esse sonho tornou-se realmente realidade para Lexi Smart. Tinha um emprego mal pago, dentes tortos e uma vida amorosa horrível quando, uma manhã, acorda numa cama de hospital e descobre que a sua esplêndida dentadura deslumbra como um anúncio de pasta de dentes, as suas unhas têm uma excelente manicura, e as suas roupas e acessórios são os de uma mulher muito rica. E como se isso não bastasse, está casada… com um desconhecido!!! Superada a grande surpresa, Lexi pretende aproveitar o seu novo eu, com o qual poderá comprovar em primeira mão as vantagens e desvantagens que podem resultar de uma inesperada vida perfeita.
Sophie Kinsella é a genial criadora de Becky Bloomwood, la famosa «louca por las compras», uma das personagens mais simpáticas e perigosas da literatura. Com os seus milhões de fiéis leitores repartidos por meio mundo, Kinsella é uma das autoras mais divertidas e populares dos últimos tempos. Diz-me quem Sou vendeu mais de um milhão de exemplares só em inglês e mais de 250 mil em alemão. Além disso, foi número um em Inglaterra, Estados Unidos e Itália.

Estranhos ao Luar, de Jude Deveraux

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
Quando o calor de um abraço perdura a vida inteira.

Quando Kim Aldredge tinha oito anos, conheceu um rapaz de doze chamado Travis, que estava de visita à sua cidade natal de Edilean, na Virgínia, com a mãe. Embora essa visita tivesse lugar sob circunstâncias misteriosas, isso não impediu que as crianças se tornassem amigas. Durante duas semanas maravilhosas, andaram de bicicleta, jogaram basebol e leram em voz alta para o outro. Tudo coisas comuns para Kim, mas para Travis bastante extraordinárias. E Travis ajudou Kim a descobrir o seu amor pela criação de jóias, a paixão que se tornou a sua profissão. Antes de partir, ele disse-lhe que um dia iria voltar, e durante anos Kim guardou a foto de ambos, abraçados e sorridentes.
Travis é agora um advogado bem-sucedido em Manhattan, mas há coisas na sua vida que ele não quer tornadas públicas. E embora tenha viajado por todo o mundo, ainda pensa no verão passou em Edilean e na rapariga que lá conheceu. Essas semanas mudaram a sua vida para sempre. Quando Travis descobre que a mãe regressou a Edilean e tenciona voltar a casar, decide que está na hora de voltar também: não apenas para investigar o futuro marido da mãe, mas para finalmente cumprir a promessa que fez a Kim tanto anos antes...

A Brincadeira, de Milan Kundera

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
«Um dia, em 1961, fui ver uns amigos na região mineira onde vivi em tempos. Contaram-me a história de uma jovem operária que roubava, para o seu amante, flores nos cemitérios. A sua imagem não me largava e diante dos meus olhos desenhava-se o destino de uma mulher jovem para quem o amor e a carne eram mundos separados, para quem a sexualidade estava nos antípodas do amor. Uma outra imagem se vinha juntar em contraponto à da rapariga que roubava flores: um longo ato de amor que não era em realidade senão um soberbo ato de ódio. Assim nasceu a ideia do meu primeiro romance, que acabei em Dezembro de 1965 e a que chamei A Brincadeira.»

Escrito entre 1962 e 1965, e publicado em 1967, A Brincadeira é o primeiro romance de Milan Kundera. No ano seguinte ao da sua publicação, o livro, que rapidamente atingira uma tiragem de 120 000 exemplares, obteve o Prémio da União de Escritores da Checoslováquia. No entanto, pouco tempo depois, viria a ser proibido neste país, mas a sua publicação em França, pela Gallimard, torná-lo-ia mundialmente conhecido.

Do Fundo do Poço se Vê a Lua, de Joca Reiners Terron

Lançamento a 19 de Janeiro

Sinopse:
Uma história sobre a vida de dois gémeos idênticos com um toque de humor e exotismo.

Depois da morte da mãe – perseguida e torturada pela ditadura militar –, os gémeos idênticos William e Wilson são criados numa redoma pelo pai, actor e encenador num teatro decadente. As semelhanças entre os irmãos são, porém, apenas físicas: enquanto William é bruto, acomodado e taciturno, Wilson é sensível, carente e obcecado pela figura de Cleópatra desempenhada por Elizabeth Taylor. No dia em que os jovens fazem dezoito anos e podem, finalmente, deixar a casa paterna, uma misteriosa tragédia abate-se, porém, sobre toda a família.
Numa trama surpreendente que envolve amnésia, dança do ventre, comércio sexual e assassinatos, William receberá vinte anos mais tarde, da cidade do Cairo, um postal de Wilson. E não precisa de muito para saber que se trata de um pedido de socorro...

Com um estilo ao mesmo tempo cómico e violento, poético e digno da melhor pulp-fiction, Do Fundo do Poço Se Vê a Lua é uma história admirável sobre como o amor fraternal resiste ao tempo, às diferenças e à ameaça constante da morte.

Manifesto Comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
A edição tem organização e textos de Manuel S. Fonseca, convocando figuras ou testemunhos como os dos romancistas Vassili Grossman e Alexander Soljenitsin, escritores como Raymond Aron, políticos como Nikita Krushchov, testemunhos como os de O Livro Negro do Comunismo. António Rodrigues apoiou esses textos com pesquisa sobre a história do comunismo e traduziu esta nova versão do Manifesto Comunista, que Marx e Engels escreveram para dar corpo teórico às revoluções de 1848 que puseram a Europa em fogo.
Esta nova edição é, duplamente, um livro de intervenção. Nas primeiras cinquenta e seis páginas, os organizadores apresentam uma visão épico-trágica do Comunismo. É uma introdução que revisita, em textos e imagens dramáticas e empolgantes, a história do comunismo europeu, esse comunismo que nasceu nas bocas da fome e no peito da revolta e era o sonho de um Homem Novo. Mas a utopia acabou num mar de tortura, gulags e sangue.
Não querendo ser uma edição académica, o que este livro pretende retratar é esse duplo movimento histórico. «O cortejo dos crimes e misérias que o comunismo engendrou não pode ser assacado apenas a um livro. Mas é preciso ler o livro e pô-lo em confronto com os factos históricos, para se tentar perceber que elemento subjacente do texto de Marx pode ter legitimado e instigado esse Terror. Haverá uma vocação totalitária nessa radical estética do novo que Marx na política e os modernistas nas artes gritaram ao mundo no final do século XIX e no começo do século XX?», pergunta o editor do Manifesto Comunista, concluindo: «É preciso muita obstinação para que se diga que uma coisa nada tem que ver com a outra».  

A Cidade nos Confins do Céu, de Elif Shafak

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
A Cidade nos Confins do Céu é uma história deslumbrante e complexa de Elif Shafak, autora do bestseller A Bastarda de Istambul.
«Éramos seis: o mestre, os aprendizes e o elefante branco. Construíamos tudo em conjunto.»
Um forasteiro chega a Istambul com uma dádiva extraordinária para o Sultão. O jovem está sozinho numa terra estranha, sem quaisquer posses exceto Chota, um raro elefante branco destinado à colecção de animais selvagens do palácio.
Assim começa a aventura épica passada no século XVI que irá acompanhar a ascensão de Jahan desde as origens humildes até às posições mais elevadas na corte do Sultão. Pelo caminho conhecerá cortesãos fraudulentos, falsos amigos, ciganos, domadores de animais e a bela e maliciosa princesa Mihrimah. Fará uma viagem no dorso de Chota até às zonas mais recônditas do reino e regressará à corte. Conhecerá Sinan, o arquitecto real, num encontro que mudará o seu destino.

After - Depois do Desencontro (Livro 3), de Anna Todd

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
No momento em que Tessa toma a decisão mais importante da sua vida, tudo começa a desmoronar-se. Revelações inesperadas acerca daqueles que a rodeiam ameaçam o futuro. Fragilizada, Tessa procura o conforto de Hardin - o único capaz de apaziguar tudo num beijo - mas este enfurece-se quando descobre o segredo que ela esconde. Tessa sabe que Hardin a ama, mas será isso suficiente? O ciclo de ciúme, raiva e perdão é extenuante. Conseguirá o amor dos dois ultrapassar todos os obstáculos? Se Tessa decidir obedecer ao seu coração, provocará ela… o fim?

Nós os Dois, de Andy Jones

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
Nós os dois é um romance enternecedor e honesto que o fará rir e comover-se ao mesmo tempo.
Fala sobre a vida, o amor e a importância de não tomar ninguém por garantido.
Apaixonar-se é a parte fácil. Importante é o que acontece depois.

Mapa Para o Meu Coração, de Dom & Ink

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
Diário dos amores imperfeitos
Um livro ilustrado que também é um diário

Este livro é sobre relações. É sobre como as pessoas se encontram, se apaixonam, se separam, caem, e depois se recompõem. É sobre namoros e rejeição e irá fazer-te rir e pensar, derramar os teus pensamentos mais íntimos, e libertar a angústia que sentes.
É um diário táctil que irá absorver a tinta da tua caneta com os pensamentos mais profundos e deixar-te revitalizado e pronto para o futuro. No final, vais sentir-te melhor e com o coração mais preparado para a montanha-russa do amor.

Jurei Mudar, de Bruno Teles Grilo

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
O caminho de um homem que se renova em busca da felicidade.

O DESAFIO DE MUDAR E MELHORAR A VIDA.

Esse foi o desafio lançado a Lucas numa fase difícil da sua existência. Um desafio de mudança que proporciona o encontro com vários mentores de nacionalidades e estilos de vida diferentes. Uma viagem que permite a recolha de saberes sobre diversas matérias, desde a psicologia à nutrição, passando pela literacia financeira e o empreendedorismo. Um roteiro único que apresenta soluções concretas para o alcance da felicidade e da prosperidade. Um desafio que produz mudanças fundamentais no modo de viver, sentir e pensar.

TRANSPORTE ESTA HISTÓRIA PARA DENTRO DE SI.

A caminhada de Lucas poderá servir-lhe de inspiração e orientação para encontrar a essência da felicidade e o percurso do êxito. A possibilidade de um (re)começo, o privilégio de uma página em branco, graças ao qual terá a oportunidade de ser, fazer e ter aquilo que sempre desejou.

A Filha Desaparecida, de Jane Shemilt

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
As horas passam mas Naomi não aparece. A noite avança e Jenny desespera. A filha adolescente já devia ter voltado da escola, onde participou numa peça de teatro. A vida de Jenny, uma médica casada com um neurocirurgião de sucesso, está prestes a mudar.
Um ano depois da noite fatídica, Naomi continua desaparecida. A polícia procurou em vão e os piores cenários (rapto ou homicídio) parecem hipóteses remotas. A busca obsessiva de Jenny, que não desiste da filha, sugere outra explicação: as pessoas em quem confiava e que julgava conhecer têm escondido segredos - sobretudo a própria Naomi.

Um Caminho Perigoso - Gatos Guerreiros 5, de Erin Hunter

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
Estrela de Tigre assumiu o comando do Clã das Sombras, mas irá isso satisfazer a sua sede de poder? Entretanto, uma ameaça misteriosa invadiu a floresta, colocando em perigo a vida de todos os gatos. Coração de Fogo não consegue deixar de se interrogar: terá o Clã das Estrelas abandonado para sempre os gatos guerreiros?

13 Horas - Os soldados secretos de Benghazi, de Mitchell Zuckoff

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
O relato real e lancinante dos homens corajosos que resistiram no terreno durante a batalha de Benghazi

Na noite de 11 de Setembro de 2012, atacaram o Complexo da Missão Especial do Departamento de Estado dos EUA e um posto da CIA próximo, conhecido como o Anexo, em Benzaghi, na Líbia. Uma equipa de seis operadores de segurança americanos deu o seu melhor para repelir os atacantes e proteger os americanos que ali se encontravam. Esses homens fizeram mais do que o seu dever, levando a cabo extraordinários actos de coragem e de heroísmo para evitar uma tragédia ainda maior. Este é o seu relato pessoal, nunca antes contado, do que aconteceu durante as treze horas daquele ataque.

«Um grande número de jornalistas e de representantes do governo já tentou abordar Benghazi… Todos esses esforços parecem fragmentários quando comparados com 13 HORAS.»
The Washington Post

A Ex - O Chefe 4, de Abigail Barnette

Lançamento a 20 de Janeiro

Sinopse:
Directora de uma revista, noiva e futura avó emprestada aos vinte e seis anos, Sophie Scaife mal pode esperar para iniciar a sua vida como mulher do namorado e dominador Neil Elwood, o seu bilionário maliciosamente sádico. Mas um trauma antigo continua a perseguir Neil. Quando os pormenores privados atraem interesse público, Sophie percebe que as cicatrizes do passado são muito maiores do que pareciam e que o noivo vai precisar de todo o seu amor para as sarar.

A Salvo nos Seus Braços, Stephanie Laurens

Lançamento a 21 de Janeiro

Sinopse:
Está oficialmente convidado para o casamento da menina Heather Cynster, embora antes ela tenha de enfrentar sequestradores, perigos e viver um audaz resgate pelas mãos do visconde de Breckenridge.
Heather Cynster estava decidida a encontrar o seu herói, um cavalheiro nobre que deveria conquistá-la e levá-la ao altar, mas, cansada de o procurar sem êxito nos formais salões de baile londrinos, decidiu sair do seu plácido mundo e assistir a uma velada muito mais... informal.
Lamentavelmente, a sua prometedora busca foi interrompida pelo intrometido visconde de Breckenridge, que a salvou de um possível escândalo... e sem querer pô-la em perigo, porque um inimigo misterioso aproveitou para a apanhar, metê-la numa carruagem e levá-la de Londres.
Tinha chegado o momento em que Breckenridge, conhecido pela sua vida dissipada, teria de demonstrar que era o homem de que tinha andado à procura...

City of Savages - A Cidade dos Selvagens, de Lee Kelly

Lançamento a 21 de Janeiro

Sinopse:
Passaram-se duas décadas desde que a Terceira Guerra Mundial eclodiu, e Manhattan é agora um campo de prisioneiros de guerra, governado por Rolladin, uma natural da ilha que controla os sobreviventes com pulso de ferro. Para Sky Miller, Manhattan é uma jaula que a separa do mundo para lá das fronteiras da cidade. Mas para Phee, a irmã mais nova de Sky, o campo de prisioneiros do Central Park é o único lar que sempre desejou.
Quando um grupo de desconhecidos chega ao Parque com uma notícia chocante, Sky e Phee descobrem que há mais em Manhattan - e na sua família - do que ambas imaginavam. À medida que os segredos perturbadores da ilha vão emergindo à superfície, Sky e Phee não têm outra hipótese senão quebrar as regras para descobrirem toda a verdade acerca da sua história envolta em mistério. Então, dado que a sua busca resulta em violência, as raparigas têm que fugir para as profundezas de Manhattan, onde a procura de um futuro melhor as vai obrigar a confrontar o passado obscuro e chocante da ilha.
O romance de estreia de Lee Kelly é uma jornada a pulso através duma cidade tão estranha quanto familiar, onde nada é apenas preto ou branco, e onde os segredos enterrados nos podem assombrar.

Bando de Corvos, de Anne Bishop

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
Ninguém tem a capacidade de criar novos mundos como Anne Bishop, autora bestseller do The New York Times. Nesta nova série somos transportados para um mundo habitado pelos Outros, seres sobrenaturais que dominam a Terra e cujas presas predilectas são os humanos. Depois de conquistar a confiança dos Outros que habitam Lakeside, Meg Corbyn teve alguma dificuldade em perceber o que significa viver entre eles. Como humana, Meg deveria apenas ser tolerada como presa, mas os seus dons como cassandra sangue tornam-na algo mais. A aparição de duas drogas aditivas foi a faísca que desencadeou a violência entre os humanos e os Outros, resultando em mortes para ambas as espécies nas cidades limítrofes. Quando Meg tem um sonho sobre sangue e penas negras na neve, Simon Wolfgard - o líder metamorfo de Lakeside - pergunta-se se a profetisa de sangue sonhou com o passado ou uma ameaça futura. À medida que as profecias se revelam a Meg, cada vez mais intensas e dolorosas, as intrigas adensam-se em Lakeside. Agora, os Outros e o punhado de humanos que aí residem terão de reunir forças para parar o homem que se assume como o verdadeiro profeta de sangue - e extinguir o perigo que ameaça destruir todos os clãs.

Os Generais, de Simon Scarrow

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
Descubra a história que levou à invasão de Portugal pelas forças de Napoleão Napoleão Bonaparte e Duque de Wellington. Dois gigantes da História e um mundo pequeno de mais para os abarcar. Corre o ano de 1796 e tanto Arthur Wellesley (mais tarde conhecido por Duque de Wellington), como Bonaparte estão a deixar a sua marca como homens de reconhecido génio militar. Comandante do 33º Regimento de Infantaria, Wellesley é enviado para a Índia, onde as suas habilidades e coragem impressionam grandemente os seus superiores. No papel de comandante do Exército de Itália, Napoleão Bonaparte trava batalhas com sucesso e alcança uma rápida evolução política. Em 1804 proclama-se Imperador de França e ambiciona conquistar toda a Europa. Chegou o tempo para o futuro Duque de Wellington enfrentar Napoleão num combate épico que abalará o mundo e ficará registado para sempre na História.

Os Aventureiros - Na Gruta do Tesouro, de Isabel Ricardo

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
Bia e Cris, acompanhados do corvo João que adora imitar tudo e todos, conhecem os primos Tó Jú e Daniel e imediatamente antipatizam uns com os outros. Os primeiros ficam aborrecidos por os pais os mandarem passar o verão na casa de uma tia que não viam há anos. Os segundos por terem de dividir os quartos com aqueles primos que lhes parecem insuportáveis. As discussões são inevitáveis. Mas, devido a um turbilhão de acontecimentos surpreendentes, uma amizade acaba por surgir. O elo que os une são as suspeitas sobre um hóspede da tia Cristina, e um livro muito antigo que conta a história da Nazaré e fala de um submarino alemão, da Segunda Guerra Mundial, afundado ali perto no mar. Ao mesmo tempo, têm de escapar de dois perigosos patifes que procuram um misterioso CD e que estão dispostos a tudo para o conseguirem.

Uma Questão Pessoal, de Lee Child

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
Podemos deixar o exército, mas o exército nunca nos deixa. Pelo menos, para sempre. Pelo menos, completamente. Observa Jack Reacher. E efectivamente o militar é arrastado de novo para serviço. Desta vez, para Departamento de Estado e a CIA. O presidente francês foi alvejado em Paris. A bala era americana. A distância entre o atirador e o alvo era extraordinária. Quantos atiradores podem disparar a mais de um quilómetro de distância com total confiança? Muito poucos, mas John Kott, um atirador americano que descarrilou, é um deles. E depois de quinze anos na prisão, está em liberdade e atento a uma reunião dos G8, tentadora para qualquer assassino. Se existe alguém que consegue deter Kott, esse alguém é o homem que já anteriormente o venceu: Reacher. E embora preferisse trabalhar sozinho, Reacher é destacado com Casey Nice, uma analista viciada em Zoloft. Mas enfrentam um caminho sinuoso, cheio de mafiosos implacáveis e criminosos sérvios, e estão por sua conta e risco caso sejam apanhados. Durante todo esse tempo, Reacher não consegue parar de pensar na mulher que em tempos não conseguiu salvar. Mas não vai permitir que isso se repita. Desta vez, não. Reacher nunca se aproxima demais. Mas há agora um assassino que tornou a questão pessoal.

Viagem por África, de Paul Theroux

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
Paul Theroux parte do Cairo rumo à Cidade do Cabo. Viajando através do mato e do deserto, descendo rios e atravessando lagos e países, um a seguir a outro - Egipto, Sudão, Etiópia, Quénia, Uganda, Tanzânia, Maláui, Moçambique, Zimbabué e África do Sul -, visita algumas das paisagens mais deslumbrantes da Terra, e algumas das mais perigosas.

És Tu, de Federico Moccia

Lançamento a 22 de Janeiro

Sinopse:
No final de Aquele Instante de Felicidade, Ann desaparece, deixando Nicco de coração partido. Tinham-se conhecido durante as férias de Ann em Roma, a cidade natal de Nicco, mas tudo indicava que estavam a viver muito mais do que um simples romance de verão… O que Nicco sentia era amor verdadeiro; será que Ann sentia o mesmo? Terá deixado Roma, a cidade do amor, para fugir aos seus sentimentos? Será por isso que deixou para trás não só Nicco mas também a pedra em forma de coração que ele lhe ofereceu e que tanto simbolismo tinha? Mesmo de coração partido, Nicco decide que não é altura para desistir. Ele vai lutar pelo seu amor… nem que seja preciso viajar até ao outro lado do mundo. Convence o seu melhor amigo, o estouvado Ciccio, a ir com ele em busca de Ann… nos Estados Unidos! Afinal, como concluiu Nicco em Aquele Instante de Felicidade, "sem um sonho, não se vai a lado nenhum".

11 de janeiro de 2016

Lançamentos em Janeiro (2ª Parte)

A Queda de Wall Street, de Michael Lewis

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
Com apenas 24 anos, Michael Lewis foi contratado pelo banco Salomon Brothers. Recebia centenas de milhares de dólares por ano mas não percebia nada de acções. Três anos depois bateu com a porta e escreveu o Liar’s Poker a relatar a sua experiência. E ficou à espera: tinha a certeza absoluta de que Wall Street, mais cedo ou mais tarde, iria cair com estrondo. Esperou mais de 20 anos. 

Em 2007, Michael Lewis descobriu uma série de investidores que estavam a apostar tudo justamente na queda do sistema. Todos eles colocaram uma questão: e se o preço das casas cair? O que acontecerá ao mercado do subprime? Provavelmente o maior bestseller de sempre sobre a actual crise, A Queda de Wall Street narra-nos a história dos visionários que previram a mudança de paradigma, e que ganharam milhões de dólares com isso, e mostra-nos um mundo que poucos conhecem - a alta finança, as agências de rating e os seus monstruosos equívocos.

O Nome de Deus é Misericórdia, de Papa Francisco

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
Pela primeira vez, um livro-entrevista assinado pelo Papa Francisco, dirigido a todos os homens e mulheres do mundo num diálogo simples, profundo e intimista.
O livro contém a Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. O texto foi autorizado pelo papa para fazer parte do livro, onde é explicado o porquê da decisão de Francisco proclamar o Ano da Misericórdia.

O Papagaio de Jesus, de João Costa Pinto

Lançamento a 12 de Janeiro

Sinopse:
As aventuras do papagaio mais bem informado do futebol nacional.

Esta é a história de um papagaio muito especial, companheiro de vitórias (muitas) e derrotas (poucas) do mais badalado treinador do futebol nacional.
Camarada de viagem do seu dono, o nosso papagaio testemunhou todos os momentos decisivos da carreira de JJ.
Da viagem de Braga para Lisboa, aos assédios do FCP, passando pela mudança para o outro lado da Segunda Circular, nada escapa aos olhos e ouvidos deste amigo de penas.
Por motivos de segurança este papagaio decidiu manter-se no anonimato. Pontos.

A Perfeição de Fiona, de Marion Chesney

Lançamento Janeiro

Sinopse:
As formidáveis irmãs Tribble estão intrigadas. Por um lado, estão contentes por terem nas mãos mais uma jovem a quem preparar para a vida na alta-sociedade. Mas por outro, a sua nova cliente, Fiona Macleod, parece ser tudo menos intratável. Precisará mesmo da ajuda da Academia de Etiqueta? A lindíssima e abastada herdeira escocesa não tem um único defeito que se lhe aponte: é educada, graciosa, recatada, e fluente em italiano! Infelizmente, aos dezanove anos, ainda não arranjou marido, e é esse o plano de Mr. e Mrs. Burgess, tios e guardiões de Fiona. 
A única recomendação? Que ela se mantenha afastada de Lord Peter Harvard.
Mas a verdadeira Fiona está prestes a revelar-se. E escolhe logo o seu primeiro baile para o fazer. Namorisca despudoradamente com os seus inúmeros pretendentes e aborda assuntos proibidos para qualquer jovem que se preze. Pois a verdade é que Fiona não tenciona casar-se... e nem mesmo as atenções de Lord Peter, o solteiro mais cobiçado da sociedade, a farão mudar de ideias. Mas quando as discussões acaloradas entre ambos dão lugar a beijos escaldantes, é possível que Fiona esteja prestes a reconsiderar...
No seguimento de A Educação de Felicity, A Perfeição de Fiona é o segundo volume da aclamada série Academia de Etiqueta.

As Pedras Élficas de Shannara, de Terry Brooks

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Uma das sagas de fantasia mais populares de sempre, agora uma série épica no canal de televisão MOV. Milhares de anos depois da destruição do mundo tal como o conhecemos, uma nova lei impera sobre o mundo: a da magia. No entanto, avizinha-se uma ameaça terrível: uma horda de demónios impiedosos começa a trazer a morte e a destruição sobre todos os povos. Apenas Wil Ohmsford, último herdeiro da linhagem de Shannara, detém o poder para proteger a princesa Amberle numa demanda impossível para salvar o mundo. Mas quando o próprio Ceifador lidera as hostes negras para os capturar, será Wil capaz de controlar a magia das misteriosas Pedras Élficas de Shannara?

A Corporação Invisível, de Hugo V. Costa e Luís Sítima

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Uma conspiração de contornos bíblicos. A demanda da verdadeira essência do poder. Um thriller empolgante sobre a misteriosa Revelação 33.

Um MISTÉRIO. Uma MENSAGEM. Uma REVELAÇÃO. Carlos Anderson dos Santos, mais conhecido por Charlie, é o líder de uma das maiores farmacêuticas do mundo e uma das «personalidades da década» segundo a revista Forbes. Mas o nome do milionário é também o mais recente numa lista de inexplicáveis desaparecimentos de gestores na City de Londres. Para evitar o pânico nos mercados e o colapso do império que Charlie fundou, os seus pares decidem abafar a notícia a todo o custo e contratam um detective privado, que se infiltra na empresa com a clara missão de vigiar os movimentos dos principais suspeitos - os membros, ávidos de poder, do Conselho de Administração. Até que, inesperadamente, uma estranha mensagem leva o investigador a embarcar numa viagem repleta de mistérios e segredos de tempos imemoriais. Poderá um escrito com raízes no antigo Egipto ser a chave do paradeiro de Charlie? Londres, a capital do dinheiro e da finança, é o palco desta trama imparável, que nos revela uma conspiração global e uma sociedade secreta inspirada num código de conduta milenar. Construído a quatro mãos e com rara mestria, A Corporação Invisível é um thriller viciante sobre a natureza do comportamento humano e a verdadeira essência do poder.

História da China, de Stephen G. Haw

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Stephen G. Haw conseguiu a proeza de resumir uma história com dois mil anos em menos de 400 páginas, sem cair em erros nem deturpações. Um guia inestimável para quem quer conhecer a China. -«Guardian»

Viagem a Itália 1786 - 1788, de Johann Wolfgang Goethe

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Obra escrita a partir dos diários de Goethe, Viagem a Itália é, como o próprio nome indica, uma descrição da viagem que o autor empreendeu a Itália, entre 1786 e 1788, e que constituiu uma peça marcante no seu percurso estético e filosófico. "Quando, em 3 de Setembro de 1786, Goethe não regressa das termas de Karlsbad a Weimar, mas, em vez disso, parte em segredo e incógnito para Itália, está apenas a levar à prática uma decisão pessoal adiada e um imperativo cultural de que nenhum homem de letras, intelectual ou artista pode prescindir a partir de meados do século XVIII. A Itália tornara-se, para a aristocracia já desde o século XVIII, e para a burguesia culta no seguinte, no objectivo último e incontornável do grand tour europeu". A Itália, para Goethe, simbolizava o sul quente e apaixonado, por oposição a um norte frio e cauteloso, um lugar onde o passado clássico, embora devastado, se mantinha vivo numa sequência de espaços e num inventário de símbolos e de hábitos para os quais procurou significado, redescobrindo-se nas interpretações que foi criando no seu percurso.

Caminho de Sangue - A luta contra o projecto da Al-Qaeda, de Thomas Small e Jonathan Hacker

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Caminho de Sangue revela-nos a história emocionante e terrível do exército subterrâneo que Osama bin Laden criou para atacar o seu alvo número um: o seu país natal, a Arábia Saudita. O seu objectivo era conquistar a terra das Duas Mesquitas Sagradas, a terra onde o islamismo foi criado, e, a partir daí, estabelecer um império islâmico com força suficiente para conquistar o Ocidente. Thomas Small e Jonathan Hacker usam novas provas recolhidas no interior da Al Qaeda para analisarem a verdadeira história desta organização terrorista que não é apresentada enquanto conjunto de obstinadas individualidades guerreiras mas antes como grupo dilacerado por lutas internas e pela indisciplina. Partindo do acesso a arquivos até hoje classificados do governo da Arábia Saudita, de entrevistas a funcionários superiores dos serviços secretos do Médio Oriente e Ocidente, bem como a militantes da Al-Qaeda capturados, e com acesso a vídeos exclusivos captados a partir de células da Al Qaeda, Caminho de Sangue narra a história completa da campanha terrorista e da tentativa desesperada e determinada dos serviços de segurança internos da Arábia Saudita para lhe pôr um fim.

«Com um acesso extenso e sem precedentes de registos dos Ministro do Interior Saudita, fotografias e documentos apreendidos à Al Qaeda e entrevistas com os líderes das forças de segurança interna sauditas, os autores descrevem com grande pormenor os três anos, de 2002 a 2005, de luta do Ministério do Interior saudita para destruir a presença da Al Qaeda no país. É um olhar sólido sobre operações militares que poucas pessoas conhecem.» - Publisher’s Weekly

Augusto - De revolucionário a Imperador de Roma, de Adrian Goldsworthy

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Embora seja bastante menos conhecido do que Júlio César, seu tio-avô, César Augusto foi inegavelmente mais importante. Logo na adolescência, mergulhou no mundo violento da política de Roma, planeando tornar-se o seu primeiro imperador. Lutou por isso, foi excepcionalmente bem-sucedido e governou durante 44 anos, criando um sistema que se manteve ao longo de séculos e que influenciou profundamente a História do Mundo Ocidental. No entanto, o percurso de Augusto nem sempre é edificante. Para atingir os seus objectivos, matou e ordenou o massacre dos seus opositores, enquanto ia livremente celebrando e quebrando alianças conforme lhe convinha. Alcançada a vitória, reinventou-se como o "pai do seu país", mas apesar desta designação empolada, a paz e a estabilidade por ele promovidas eram reais, e o império prosperou sob a sua governação. Manipulador nato, propagandista e sempre muito dramático, Augusto sabia ser impulsivo e emotivo, implacável e generoso. Da família e dos amigos, esperava que desempenhassem os papéis que lhes atribuía, e exilou a filha, o neto e a neta, por não os terem cumprido. A sua vida foi plena de contradições e morreu tranquilamente na sua cama, em 14 d. C. Esta biografia é a primeira, em muitos anos, que descreve ao pormenor a existência deste homem difícil de definir, e Adrian Goldsworthy recorre exclusivamente a fontes antigas para compreender a pessoa e a sua época.

A Tomada de Madrid, de Mário Silva Carvalho

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Um romance épico que nos conta como o exército português conseguiu um dos maiores feitos da sua história: humilhar Espanha.

A Tomada de Madrid é um romance épico que nos conta como, em junho de 1706, o exército português conseguiu um dos maiores feitos da sua história: humilhar Espanha. Lavavam-se assim com sangue e glória os vexames sofridos um século atrás, quando Filipe de Espanha se proclamara rei de Portugal. É Francisco de Brites, oficial português, quem nos relata esses dias feitos de golpes de espada, pólvora e morte. Mas antes de entrar em Madrid com um exército de vinte mil homens, Francisco ocupara Salamanca. E foi nessa cidade que o militar - que sofreu várias mutilações nos campos de batalha - entregou a parte mais importante de si: o seu coração. Ficou com uma morena de olhos verdes que o seduziu de uma janela. Uma vitória improvável em batalha, um amor impossível no coração, cicatrizes em todo o corpo, as agruras do cárcere e da ingratidão… mais do que a história de um veterano português, este é o relato apaixonante de um período fundamental da História de Portugal que ficou soterrado nas memórias curtas das nossas gentes.

Sonho de Cetim, de Loretta Chase

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Todas as palavras, todas as frases da prosa de Chase cintilam de malícia e charme. - RT BOOK REVIEWS

Uma inocente de olhos azuis por fora, mas um feroz tubarão por dentro, a modista Sophia Noirot até conseguiria vender areia a beduínos. Vender os deslumbrantes vestidos da Maison Noirot a damas nobres é um pouco mais complicado, especialmente porque um recente escândalo de família criou um inimigo que, por acaso, é um dos líderes da sociedade da moda. Transformar o escândalo numa lucrativa vantagem para a boutique requer todo o talento de Sophia, deixando-a com pouca paciência para o devasso Earl de Longmore. Este idiota desajeitado não consegue ter mais do que uma ideia na cabeça, e ultimamente tem estado apenas loucamente fixado em despir Sophia! No entanto, quando a irmã de Longmore, a cliente mais rica e mais adorada da boutique, foge da cidade, Sophia não pode deixar Earl procurá-la sem ajuda. Numa demanda escaldante com o único homem ao qual não resiste, Sophia deixa-se levar pela tentação do desejo...

De Olhos Fixos no Sol - Ultrapassar o Terror da Morte, de Irvin D. Yalom

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Depois de nos maravilhar com Quando Nietzsche Chorou e A Cura de Schopenhauer, Yalom regressa com um livro inspirador que nos confronta com o maior de todos os desafios: vencer o medo da morte. De Olhos Fixos no Sol não é um livro comum. No seu estilo único, Yalom faz uma abordagem fascinante e encorajadora ao tema da morte. Dando início a uma viagem através dos tempos, recolhe reflexões de grandes pensadores: Séneca, Epicuro ou Nietzsche, e cruza-as com as de psiquiatras e psicólogos incontornáveis: Freud, Jung e Pavlov. Identificando o medo da morte como a origem de muitas das ansiedades da nossa sociedade, a visão de Yalom é de confronto e reorganização de prioridades, para melhor comunicarmos com os que amamos, atingirmos a realização pessoal e aproveitarmos as coisas belas da vida. Preenchido com casos reais e comoventes - incluindo o do próprio autor - De Olhos Fixos no Sol ajuda-nos a vencer o maior dos medos e a atingir uma vida mais feliz e plena.

O Último Segredo do Templo, de Paul Sussman

Lançamento a 15 de Janeiro

Sinopse:
Um mistério com dois mil anos. Um segredo que tem de ser protegido com a própria vida.

Ao investigar o assassínio do holandês Piet Jansen, Yusuf Khalifa, protagonista de O Exército Perdido e O Labirinto de Osíris, constata uma série de coincidências com o primeiro caso de que se ocupara há treze anos, quando uma israelita de nome Hannah Schlegel fora encontrada morta em Karnak. Contra a opinião dos seus superiores hierárquicos, o inspector Yusuf decide reabrir esse primeiro caso, mas para o fazer é obrigado a colaborar com um antipático detective israelita, Arieh Ben-Roi, o qual, por sua vez, depende das informações que lhe são fornecidas por uma jornalista palestiniana de Jerusalém. Esta receberá uma carta anónima, cujo autor afirma estar na posse de dados susceptíveis de alterar a balança de poder no Médio Oriente, e se propõe oferecer-lhe o maior furo jornalístico da sua carreira, relacionado com um estranho manuscrito medieval. Compreende-se assim, aos poucos, que a identidade do assassino de Hannah Schlegel está ligada a um mistério que envolve um antigo tesouro religioso roubado de Castelombres, em França, e ao destino de alguns velhos simpatizantes do nazismo.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com