"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

27 de outubro de 2015

Opinião - "Morto Para Te Ver", de Cátia Santiago

Morto Para Te Ver
de Cátia Santiago

Edição: 2015
Páginas: 386
Editor: Edições Vieira da Silva
ISBN: 9789897364778
Categoria: FicçãoPolicialThriller
Pareceu-lhe ver um vulto em cima da cama, e sentiu-se ignorado. Irritado, tacteou a parede à procura do interruptor e acendeu-o com gestos bruscos. Ao olhar para a cama, porém, estacou. A mulher jazia na cama, de pernas e braços abertos. Estava vestida com uma diminuta camisa de noite, e os olhos fitavam o vazio, sem realmente o ver. Um pedaço de tecido estava enrolado na sua garganta, enquanto os braços se encontravam solidamente presos às colunas da cama. Só quando passos ecoaram no corredor é que parte do seu cérebro registou que os sons desconexos que ouvia era a sua própria voz, a gritar aterrorizado.
Aqui está um verdadeiro exemplo de "não julgues um livro pela sua capa". Não sei quanto a vocês, mas eu não engracei de todo com a capa, isto porque, e aliado à parca sinopse, me fez crer que se tratava de mais um romance erótico à la 50 Sombras de Grey mas com um tipo de violência um pouco mais extremo. Oh, mas que engano e que perda seria se não o tivesse lido porque este livro é fantástico!

Não quero entrar em muitos pormenores da história porque corro o sério risco de vos estragar o suspense (agora percebo a sinopse tão vaga), mas a mesma irá andar à volta de uma mulher em fuga, sempre olhando sobre o seu ombro, e a investigação policial de um assassino brutal de mulheres. Não, não tem nada a ver com o 50 Sombras *ergue as mãos ao céu*.

O enredo está muito bem conseguido e o suspense é mantido do primeiro ao último momento pois, apesar  de irmos gradualmente descobrindo mais coisas, fica sempre aquele sentimento de "OH! E agora?", enquanto vamos roendo as unhas de curiosidade.
Tudo faz sentido e nada é deixado ao acaso, desde a "fugitiva", à investigação policial e ao próprio assassino. Nada é óbvio, pormenor que adorei.
Para além do óptimo enredo, a leitura em si torna-se bastante fluída devido ao tom de escrita da autora e ao uso de diálogos constantes - como quem diz, lê-se num ápice!

Sempre senti que faltava à literatura portuguesa (diga-se, de autores portugueses) obras de vertente policial, de suspense ou mesmo terror. Talvez por sermos um povo tão pacífico, talvez por as editoras não apostarem nesse tipo de histórias ou talvez por acharem que não haveriam leitores interessados, a razão desconheço. Apenas sei que essa parca oferta me levou sempre a procurar autores estrangeiros e a olhar para os nossos com um pouco de desconfiança, sentindo que era tudo mais do mesmo. Felizmente, nos últimos tempos tenho visto essa tendência a mudar e já li uns quantos livrinhos do género que me deixaram muito agradada e com vontade de conhecer mais. Cátia Santiago foi uma dessas boas surpresas, uma autora perspicaz, com uma escrita bastante fluída e sem grandes complicações de enredo, daqueles que nos fazem perder o fio à meada ou suspirar de 5 em 5 minutos porque só estamos a ler "palha". Gostei e vou ficar atenta à autora.

De facto, este livro entrou para a categoria "surpresa do ano", e que surpresa tão boa! Recomendo vivamente!

26 de outubro de 2015

Opinião - "A Estranha Vida de Nobody Owens", de Neil Gaiman


A Estranha Vida de Nobody Owens
de Neil Gaiman

Edição: 2010
Páginas: 304
ISBN: 9789722343596
Colecção: Estrela do Mar # 130
Categoria: Jovem Adulto, Ficção, Fantasia

20 de outubro de 2015

Lançamentos em Outubro (4ª Parte)

"4ª parte? Mas as novidades não acabam?"
Nop. Este mês, e como se costuma dizer, é até vir a mulher da fava rica (ainda estou para saber de onde saiu esta expressão...). Vamos lá conhecer coisinhas boas.

As Flores de Lótus, de José Rodrigues dos Santos

Lançamento a 22 de Outubro

Sinopse:
Pode uma ideia mudar o mundo?

O século XX nasce, e com ele germinam as sementes do autoritarismo. Da Europa à Ásia, as ondas de choque irão abalar a humanidade e atingir em cheio quatro famílias.

Inspirando-se em figuras históricas como Salazar e Mao Tse-tung, o novo romance de José Rodrigues dos Santos conduz o leitor numa viagem arrebatadora que nos leva de Lisboa a Tóquio, de Irkutsk a Changsha, do comunismo ao fascismo o que faz de As Flores de Lótus uma das mais ambiciosas obras da literatura portuguesa contemporânea.

A Venturosa História do Usbeque Mudo, de Luis Sepúlveda

Lançamento a 22 de Outubro

Sinopse:
É sabido que a juventude é o tempo dos grandes ideais, das grandes lutas, mas também do pensamento positivo, das noitadas de copos com os amigos e da inquietação sentimental. Os jovens sul-americanos da década de 1970 não foram excepção. Nestas histórias romanceadas, Luis Sepúlveda relata o passado e os sonhos de uma geração, mas através da lente do amor e dos afectos, assim diluindo as tensões e trazendo a lume, intactas, as paixões avassaladoras e o entusiasmo de uma juventude militante. 

Com um misto de divertimento e nostalgia, estas páginas farão reviver «o belo sonho de sermos jovens, sem ter de pedir licença».

Em Teu Ventre, de José Luís Peixoto

Lançamento a 23 de Outubro

Sinopse:
«Mãe, atravessas a vida e a morte como a verdade atravessa o tempo, como os nomes atravessam aquilo que nomeiam.» Numa perspectiva inteiramente nova, Em Teu Ventre apresenta o retrato de um dos episódios mais marcantes do século XX português: as aparições de Nossa Senhora a três crianças, entre maio e Outubro de 1917. Através de uma narrativa que cruza a rigorosa dimensão histórica com a riqueza de personagens surpreendentes, esta é também uma reflexão acerca de Portugal e de alguns dos seus traços mais subtis e profundos. A partir das mães presentes nesta história, a questão da maternidade é apresentada em múltiplas dimensões, nomeadamente na constatação da importância única que estas ocupam na vida dos filhos. O sereno prodígio destas páginas, atravessado por inúmeros instantes de assombro e de milagre, confere a Em Teu Ventre um lugar que permanecerá na memória dos leitores por muito tempo.

Fangirl, de Rainbow Rowell

Lançamento a 23 de Outubro

Sinopse:
Cath ama os seus livros e a sua família. Haverá espaço para mais alguém? Todo o mundo é fã dos livros de Simon Snow. Mas Cath vai mais longe: ser fã desses livros tornou-se a sua vida. Ela e a sua irmã gémea, Wren, refugiaram-se na obra de Simon Snow quando eram miúdas, e na verdade foi isso que as salvou da ruína emocional que foi a perda da mãe. Ler. Reler. Interagir em fóruns, escrever ficção baseada na obra de Simon Snow, vestir-se como as personagens dos livros. Mas essas fantasias deixam de fazer sentido quando se cresce, e enquanto Wren facilmente abandona esse refúgio, Cath não consegue fazê-lo. Na verdade, nem quer. Agora que vão para a universidade, Wren não quer ficar no mesmo quarto de Cath. E esta fica sozinha e fora da sua zona de conforto. Partilha o quarto com uma miúda arrogante; tem um professor que despreza os seus gostos; um colega atraente mas que apenas fala sobre a beleza das palavras... e, ainda por cima, Cath não consegue parar de se preocupar com o seu pai, tão querido, frágil e solitário. A pergunta paira no ar: será que ela consegue triunfar sem que Wren lhe dê a mão? Estará preparada para viver a vida em seu nome? Escrever as suas próprias histórias? E se isso significar deixar Simon Snow para trás?

Peregrino, de Terry Hayes

Lançamento a 26 de Outubro

Sinopse:
Uma corrida vertiginosa contra o tempo e um inimigo implacável.

Uma jovem mulher brutalmente assassinada num hotel barato de Manhattan.
Um pai decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita.
Os olhos de um homem roubados do seu corpo ainda vivo.
Restos humanos ardendo em fogo lento na montanha de uma cordilheira no Afeganistão.
Uma conspiração para levar a cabo um crime terrível contra a Humanidade.
E um único homem para descobrir o ponto preciso onde estas histórias se cruzam: Peregrino.

Eu, o Earl e a tal miúda, de Jesse Andrews

Lançamento a 26 de Outubro

Sinopse:
O mais divertido livro sobre a morte que os jovens alguma vez vão ler.
Esta é a história criativa e comovente de Greg, um finalista do secundário cujo único objectivo é manter-se completamente anónimo e evitar quaisquer relações profundas.
Para ele, essa é a melhor estratégia de sobrevivência no verdadeiro campo de minas social que é a vida de um adolescente. Juntamente com Earl, Greg faz curtas-metragens parodiando filmes clássicos, o que os torna mais colegas de trabalho do que propriamente amigos.
Tudo corria bem até ao dia em que a mãe de Greg insiste com ele para passar algum tempo com Rachel, uma miúda da sua turma que acabou de ser diagnosticada com cancro. Lentamente, Greg descobre que um pouco de amizade não faz mal a ninguém.
Tão tocante quanto divertido, o livro de estreia de Jesse Andrews inspirou o filme aplaudido pela crítica e duplamente premiado no prestigiado Festival de Cinema de Sundance 2015. Uma história capaz de partir o coração sem roubar uma só gargalhada.

Vidas Roubadas, de Mary Kubica

Lançamento a 26 de Outubro

Sinopse:
Numa manhã fustigada pelo mau tempo, Heidi Wood vê numa estação de comboios uma adolescente com um bebé ao colo. A partir desse momento, essa imagem não lhe sai da cabeça.
Quando, dias mais tarde, volta a encontrar a rapariga com a bebé, Heidi decide ajudá-las e leva-as para sua casa. Chris, o marido de Heidi, assim como a filha, Zoe, opõem-se em absoluto à ideia de esta jovem, que diz chamar-se Willow, ficar em sua casa, temendo que ela possa ser uma criminosa. No entanto, Heidi não lhes dá ouvidos e, à medida que o tempo passa, sente que não pode abandonar a rapariga, e acima de tudo a sua bebé, por quem nutre um sentimento maternal fora do comum.
Entretanto, começam a aparecer pistas sobre o passado de Willow que farão com que a história ganhe contornos perturbadores. Que segredos guardará esta rapariga cujo passado esconde a todo o custo?

Seduzo-te, de J. Kenner

Lançamento a 26 de Outubro

Sinopse:
Vai beijar-me, pensei. A minha mente estava num turbilhão, dividida entre a excitação e a surpresa. Ele era uma ferramenta, um suspeito, um criminoso. Ainda assim, eu desejava aquilo. Desejava muito aquele homem. Raios, desejava-o com todas as minhas forças.
Sloane Watson é uma brilhante agente policial e está decidida a encontrar a sua amiga Amy, misteriosamente desaparecida. Para chegar à verdade, Sloane tem um plano aparentemente inabalável: seduzir o poderoso Tyler Sharp, dono do Destiny, o requintado e exótico clube onde Amy trabalhava como bailarina, e onde foi vista pela última vez.
No entanto, no momento em que Sloane e Tyler cruzam os olhares, a atracção entre ambos torna-se inebriante. Aquilo que deveria ser uma investigação policial dá lugar a um escaldante e perigoso jogo de sedução, no qual nenhum dos dois alguma vez pensou entrar. Mas será que ainda é possível voltar atrás e mudar as regras?

Preparação para a Próxima Vida, de Atticus Lish

Lançamento a 26 de Outubro

Sinopse:
Premiado com diversos prémios e unanimemente considerado um dos melhores romances editados em 2014, Preparação para a Próxima Vida é um testemunho implacável dos milhões de indivíduos que habitam as margens do sonho americano.
Neste fulgurante livro de estreia, com o fôlego dos grandes clássicos norte-americanos, Atticus Lish oferece-nos o reverso da América do postal turístico: selvagem, luminosa, sórdida.
Zou Lei é chinesa e vive hoje ilegalmente nos Estados Unidos. O seu sonho americano? Trabalha dezasseis horas por dia num restaurante chinês e vive num miserável apartamento arrendado. Brad Skinner regressou há pouco tempo do deserto do Iraque, mas não deixou a guerra para trás. Em Nova Iorque, assombrado pelos mortos e estropiados do outro lado do mundo, vê no álcool e nos medicamentos uma hipótese de fuga.
Para este par de combatentes na linha da frente do quotidiano, o amor era uma impossibilidade — e ainda assim Skinner e Zou Lei aproximam-se, como se um pudesse curar o outro. Mas nenhum fantasma fica adormecido para sempre.

Dominadas, de Sylvia Day

Lançamento a 27 de Outubro

Sinopse:
Dominadas é composto por três deliciosos e escandalosos contos. Cada história é focada na luta de um homem para encontrar o amor da sua vida. Em «Prazeres Roubados», o primeiro conto, Sebastian Blake, conde de Merrick, fugiu há muito das responsabilidades do seu título para se tornar um infame pirata, conhecido como capitão Phoenix. No entanto, começa a questionar as suas escolhas quando conhece a sua mulher: o casamento de ambos foi oficializado por meio de uma procuração e ele deseja não só consumá-lo, como também torná-lo uma união verdadeira.

O segundo conto, «A Aposta de Lucien», apresenta Lucien, um libertino imoral que consegue sempre o quer, menos a intocável e desejada Lady Julienne La Coeur. Quando a jovem se vê dentro do quarto de Lucien, ele trava uma luta interna para afastar os pensamentos sensuais e manter a honra dela, ao mesmo tempo que deseja possuí-la (já que não foi talhado para ser um cavalheiro).

Em «A Duquesa Louca», o último conto do livro, Hugh La Coeur sofre um acidente na estrada e procura refúgio na sinistra mansão da «duquesa louca». Isto seria bastante desagradável não fosse a companhia de Charlotte, uma das empregadas da duquesa. Hugh sabe que ela esconde segredos terríveis, mas a sua companhia na cama durante noites a fio vale todos os perigos.

Os Assaltos à Padaria, de Haruki Murakami

Lançamento a 27 de Outubro

Sinopse:
Conto 1:

Munidos de facas de cozinha, dois amigos põem-se a caminho da padaria. A cena faz lembrar vagamente O Comboio Apitou Três Vezes. À medida que avançam, o odor do pão a cozer no forno torna-se mais forte. Quanto mais intenso o cheiro, mais se acentuava a vontade deles para praticar o mal.

Conto 2:

A meio da noite, um homem e uma mulher casados de fresco acordam com um ataque de fome de que não há memória. Levados pela imaginação, e por dores que se manifestam com a violência semelhante à do tornado em O Feiticeiro de Oz, trocam a cama pelas ruas desertas de Tóquio e passam ao ataque, perpetrando o mais absurdo e delicioso assalto de que há memória.

Casamento de Conveniência, de Jennifer Probst

Lançamento a 27 de Outubro

Sinopse:
Ele tem de casar para assumir a direcção da empresa, ela precisa de dinheiro para salvar a casa. Assim, fazem um acordo com um desenlace inesperado.
O bilionário Nick Ryan não acredita no casamento e considera que o amor eterno é coisa de contos de fadas. As suas ações sempre se regeram pela lógica e pela razão. Como agora precisa de se casar para adquirir o controlo da sua empresa, estabelece um pacto com regras básicas: não se apaixonar, evitar qualquer envolvimento emocional e manter uma relação puramente formal.
Alexa, a melhor amiga da sua irmã, é o tipo de rapariga impulsiva e idealista capaz de lançar um feitiço para conseguir um homem. Mas também faria tudo pelos pais e agora eles precisam de dinheiro para pagar a hipoteca da casa da família. Assim, ambos chegam a acordo. Não deve ser assim tão difícil cumprir os requisitos de um casamento de conveniência que só tem de durar um ano, certo? Mas uma série de mal-entendidos, o aparecimento de coisas do passado, o destino e paixão vão intervir para desbaratar os planos de Nick e Alexa.

Condenada à Morte, de Antonella Napoli

Lançamento a 27 de Outubro

Sinopse:
Meriam nasceu no Sudão, em 1987. Abandonada pelo pai muçulmano, foi criada no seio da fé cristã da sua mãe.
Licenciou-se em Medicina e, mais tarde, casou com Daniel, também ele cristão.
Meriam nunca se considerou muçulmana. Mas, em 2013, um parente não pensou da mesma maneira e acusou-a de adultério com o argumento de que a lei islâmica não reconhece o casamento entre mulheres muçulmanas e homens cristãos.
Grávida e com um filho pequeno nos braços, Meriam foi presa e chicoteada cem vezes. Nem mesmo a sua condição impediu que os maus-tratos continuassem e, no oitavo mês da gravidez, deu à luz acorrentada. Entre as paredes da prisão e em condições desumanas, nasceu Maya, a sua linda filha.
Seria de esperar que tamanha crueldade quebrasse o espírito de Meriam. Mas ela não cedeu. Não renunciou à sua fé.
Como castigo, os seus carrascos condenaram-na à morte.
A indignação do mundo fez-se ouvir como nunca antes. De tal forma que Meriam foi libertada em 2014. Actualmente, vive nos Estados Unidos com o marido e os dois filhos. Esta é a sua história.

Vida e Morte - Crepúsculo Reimaginado, de Stephenie Meyer

Lançamento a 27 de Outubro

Sinopse:
Quando Beaufort Swan se muda para a sombria cidade de Forks e conhece a misteriosa e sedutora Edythe Cullen, a sua vida dá uma volta emocionante e aterrorizadora. Com a sua pele de porcelana, olhos dourados, voz hipnotizante e dons sobrenaturais, Edythe é ao mesmo tempo irresistível e enigmática.
O que Beau não percebe é que, quanto mais se aproxima dela, mais se coloca a si mesmo, e àqueles que o rodeiam, em risco. E pode ser demasiado tarde para voltar atrás...
Para comemorar o décimo aniversário de Crepúsculo, Stephenie Meyer escreveu Vida e Morte, uma reimaginação ousada e fascinante da icónica história de amor, que irá surpreender e fascinar os leitores. Esta dupla edição especial inclui um prefácio da autora, bem como o romance original.

Sem Compaixão (A Vingança - Livro 3), de Malenka Ramos

Lançamento a 28 de Outubro

Sinopse:
A vida de Samara prossegue junto ao seu amor, tudo parece maravilhoso e, em determinados momentos, até roça a normalidade. Mas na realidade não é assim. Dominic infringiu as regras da casa para evitar que ela seja mais uma escrava e isso desencadeará uma trama que fará que os implacáveis, amorais e vingativos membros do clã Malbaseda reapareçam nas suas vidas.

Assim Começa o Mal, de Javier Marías

Lançamento a 28 de Outubro

Sinopse:
Assim começa o mal é um livro sobre um dos factores mais determinantes na vida de qualquer um, condutor de desprezo por qualquer lealdade, consideração ou respeito para com os outros: o desejo.

Eu Fui a Espia que Amou o Comandante, de Marita Lorenz

Lançamento a 28 de Outubro

Sinopse:
São poucas as pessoas que podem dizer que viram passar uma parte importante da história do século XX ante os seus próprios olhos. Não como meros espectadores, mas quase que a devorando. Marita Lorenz é uma delas... um grupo de barbudos, encabeçado por Fidel Castro, subiu a bordo. Foi amor à primeira vista. Uma semana depois, el Comandante mandava buscá-la a Nova Iorque e fazia dela sua amante.

O Amante Japonês, de Isabel Allende

Lançamento a 29 de Outubro

Sinopse:
Em 1939, quando a Polónia capitula sob o jugo dos nazis, os pais da jovem Alma Belasco enviam-na para casa dos tios, uma opulenta mansão em São Francisco. Aí, Alma conhece Ichimei Fukuda, o filho do jardineiro japonês da casa. Entre os dois brota um romance ingénuo, mas os jovens amantes são forçados a separar-se quando, na sequência do ataque a Pearl Harbor, Ichimei e a família – como milhares de outros nipo-americanos – são declarados inimigos e enviados para campos de internamento. Alma e Ichimei voltarão a encontrar-se ao longo dos anos, mas o seu amor permanece condenado aos olhos do mundo. 

Décadas mais tarde, Alma prepara-se para se despedir de uma vida emocionante. Instala-se na Lark House, um excêntrico lar de idosos, onde conhece Irina Bazili, uma jovem funcionária com um passado igualmente turbulento. Irina torna-se amiga do neto de Alma, Seth, e juntos irão descobrir a verdade sobre uma paixão extraordinária que perdurou por quase setenta anos.

Em O amante japonês, Isabel Allende regressa ao estilo que tanto entusiasma o seu público, relatando de forma soberba uma história de amor que sobrevive às rugas do tempo e atravessa gerações e continentes.


Assim se Pariu o Brasil, de Pedro Almeida Vieira

Lançamento a 30 de Outubro

Sinopse:
TRÊS SÉCULOS DE INVASÕES, GUERRAS, REBELIÕES E OUTRAS CALAMIDADES DO BRASIL COLONIAL.

Há mais de 500 anos houve um pequeno povo, oriundo de um minúsculo pedaço da Europa, que descobriu um pedaço da costa sul-americana. E depois mandou para lá mais naus. E mais gentes. Por lá atacou índios e foi atacado por eles, procriou com índias, trouxe negros de África, procriou com negras, mandou jesuítas pregarem terra adentro, meteu-se em cultivos e garimpos, explorou o sertão, navegou por rios parecidos com o mar. Ainda lidou com a cobiça de outros países europeus sedentos em filar o seu quinhão. Tudo isso só poderia resultar em sangue e crueldade, porém bem misturado com coragem e sagacidade. Numa prosa culta mas cheia de humor, Pedro Almeida Vieira mostra como um rato (Portugal), pariu uma montanha (o Brasil). Com ilustrações de Enio Squeff, a obra relata 25 episódios fundamentais da História do Brasil quando este era a mais rica colónia portuguesa.

16 de outubro de 2015

Lisbeth, és tu?



Se acharam que três foi bom e quatro ainda foi melhor, que me dizem a seis?

Pois, parece que o autor David Lagercrantz gostou tanto de seguir os passos de Stieg Larsson e de Lisbeth Salander, que decidiu inventar mais umas quantas histórias com a protagonista. Ao que parece, escrever A Rapariga Apanhada na Teia de Aranha foi "uma aventura de cortar a respiração" e ideias para novos enredos vieram por arrasto.

Segundo a revista Time, a editora dos livros Nordstedts já confirmou que mais duas obras estão a ser preparadas, sendo o 5º volume da série lançado em 2017 e o 6ª lançado, em princípio, em 2019.

Podem ler o artigo integral aqui.

Ainda não li o 4º volume, escrito por Lagercrantz, mas já ouvi boas coisas a seu respeito. Pelo menos parece que segue o mesmo tom dos anteriores e que não deixa nada a desejar, o que, tendo em conta a genialidade do seu antecessor, é muito bom. Já me deixou deveras curiosa, agora vamos ver o que sairá daqui pois, às vezes, render o peixe acaba por estragar (esperemos que não).

Em Setembro chegaram...

Oi? Já estamos a meio de Outubro?! Então e o bookhaul de Setembro? Ai, eu e a minha mania de me esquecer a quantas ando... Ora, para colmatar esta falha, cá vamos nós para um bookhaul!


Sim, eu sei... esta pilha é ENORME!! Shame on me que todos os meses digo que para o próximo me vou controlar e depois descamba tudo. Mas tenho desculpa, estou a tentar aproveitar ao máximo para adquirir os livrinhos que quero este ano porque para o próximo poderão deixar de existir boas promoções com a tal lei manhosa (notícia aqui). Mas passemos ao que interessa.


Desta vez vai ser por ordem de chegada. E os primeiros a chegar foram estes amigos da SdE. 
Sangue Furtivo e Traição de Sangue, de Charlaine Harris, para a minha colecção da Saga Sangue Fresco.
Uma Noite em Lisboa foi-me aconselhado por um amigo e, como estava com uma boa promoção, decidi comprar.
Os Três, de Sarah Lotz, estava na minha wishlist desde que foi lançado e, aproveitando a 2=3 (dois livros ou mais no valor de 20€ tem um livro de oferta) onde este livro estava para escolha, nem pensei duas vezes.


Pouco tempo depois recorri à SdE novamente (aquela malta adora-me de certeza!). A Tormenta de Espadas, de George R. R. Martin entrou na campanha 2=3 e, tendo em conta que estou a tentar completar a saga e os livros são carotes, nada como aproveitar estes miminhos.
A reboque vieram mais três livros da saga Sangue Fresco, Sangue Mortífero, Laços de Sangue e Sangue Felino e como andava curiosa com o romance histórico A Alma das Pedras, de Paloma Sánchez-Garnica, este amigo veio também.


Para quem não sabe, existe na Estação do Oriente (no espaço entre a estação de metro e a estação do comboio), quase a título permanente, uma feira do livro (varia apenas, de tempos a tempos, de editora) que me tira do sério sempre que perco um comboio!

Desta vez encontrei estas duas pechinchas. Cinza e Poeira de Yrsa Sigurdardóttir (desafio-vos a dizer este nome em voz alta! :p) já andava debaixo do meu radar há algum tempo e, por isso, não o podia deixar. Fiquei ainda mais contente quando, já a pagar, o senhor que lá estava me diz "Este livro é muito bom! Óptima escolha!" (mesmo que não seja verdade, gostamos sempre de ouvir estas coisas).
O Retrato de Rose Madder, de Stephen King, já o li há muitos, muitos anos atrás. Lembro-me que gostei tanto do livro na altura, que queria "surripar" o dito cujo da biblioteca onde o levantei. Claro que não tive coragem para o fazer e, até hoje, consegui juntar alguns livros do (fantástico!) Stephen King mas este acabou por ficar para trás. Not anymore, pois que já cá canta!


Entretanto a revista TvMais (ou terá sido a TvGuia?) ofertou, por 4,95€, uma vasta escolha de títulos. Sinceramente, apenas engracei com este Inferno e Paraíso, de Peter S. Hawkins (a minha carteira agradeceu!).


E, como já devem ter percebido, farto-me de participar em passatempos. Claro que raramente ganho alguma coisa, mas há alturas de sorte. Este mês foi uma dessas alturas em que ganhei três passatempos distintos! YAY! E o que pode ser melhor que ganhar livros em passatempos? Ganhar livros que queres mesmo ler em passatempos!
O Excêntrico Mortdecai, de Kyril Bonfiglioli, ganhei num dos passatempos de aniversário do Close Up.
O Caçador do Verão, de Hugo Gonçalves, ganhei no Clube do Livro do Quiosque do Ken
D. Teresa, de Isabel Stilwell, ganhei num passatempo realizado pela magazine do Continente.


Aproveitando a semana da Internet na Fnac, onde os descontos abundaram, mandei vir A Senhora dos Rios e A Filha do Conspirador, de Philippa Gregory, para a minha colecção d'A Guerra dos Primos.


No verão conheci uma senhora que vende livros em 2ª mão e alguns novos a preços muito simpáticos. Gostei tanto do tratamento e das condições com que os livros chegam, que me tornei cliente habitual. Ora pois que, de vez em quando, lá vou eu espreitar se há novidades e rara é a vez que não encontre nada que me agrade. Desta feita consegui riscar O Escriba, de A. M. Dean, da minha wishlist e ainda trouxe Revolta, de Blake Crouch, para equilibrar (não equilibrou nada porque este é o 2º volume da trilogia Wayward Pines e ainda não tenho o 1º! Humpf...).

E... foi isto. Já consegui encaminhar algumas séries, iniciei uma trilogia a meio, risquei livrinhos da wishlist e tive de organizar novamente as minhas estantes de forma a caber tudo direitinho. E agora haja tempo para ler que leituras não me faltam!

15 de outubro de 2015

Lançamentos em Outubro (3ª Parte)

E então meus amigos, como vos está a correr o mês? Conseguiram não estoirar com o budget? Espero que não, pois Outubro é de arromba! Querem ver o que nos espera?

O Dia da Expiação, de David Liss

Lançamento a 14 de Outubro

Sinopse:
Lisboa é o palco desta história fascinante narrada por um dos principais romancistas históricos norte-americanos.

1755. Esta é a história de um homem dividido entre o desejo de vingança e a necessidade de perdão. Sebastião regressa do exílio determinado em vingar-se da Inquisição, que lhe havia destruído a família. Mas numa cidade marcada pela pobreza, injustiça e intolerância religiosa, não será fácil distinguir os aliados dos inimigos. E quando uma reviravolta do destino arruína os seus planos, Sebastião terá de escolher entre a sede de sangue ou a causa da misericórdia.

O Outro Lado da Ilha, de Paulo Ramalho

Lançamento a 14 de Outubro

Sinopse:
Estava-se em 1969 e a Guerra Colonial era um caminho cada vez mais estreito. Encurralado, o Império Português lutava pela sobrevivência.
Destacado para uma missão em São Tomé, o alferes J. morre misteriosamente na baía de São Miguel.
Quarenta anos depois, o seu filho Bernardo desembarca em São Tomé para reconstruir os acontecimentos trágicos de 1970. Para chegar à verdade dos factos, terá de percorrer o lado escondido da ilha, com os seus segredos e mistérios.

As Jóias de Goa, de Fernando Sobral

Lançamento a 14 de Outubro

Sinopse:
Goa, Maio de 1956. Enquanto se dança o mandó, adivinha-se o fim do império português do Oriente. O assassínio de um inglês que roubou as jóias de um marajá e que tem guardado um misterioso quadro com a imagem de São Francisco Xavier acaba com a paz aparente em que todos vivem.
Damasceno Alves, no meio do seu negócio de tráfico de ouro para a Índia, envolve-se numa misteriosa aventura onde se cruzam o amor e a ambição, o sonho e os pesadelos, o desejo e a ganância. Entre agentes da PIDE e defensores da integração de Goa na Índia, as jóias exercem uma atracção mortal. Ao mesmo tempo, entre Goa e Bombaim, Tania Savinkov e Yasmin, duas mulheres com interesses muito diferentes, cruzam-se na vida de Damasceno Alves. Corajosas, leais e irresistíveis, também elas lutam pelo seu destino. Numa Goa decadente e fascinante, todos querem saber onde estão as jóias do marajá, enquanto procuram esconder os próprios segredos.


A Vida Aqui e Agora, de Cinthia Swanson

Lançamento a 16 de Outubro

Sinopse:
E se pudesse viver duas vidas ao mesmo tempo? Denver, 1962: Kitty Miller aprendeu a viver a sua vida pouco convencional de mulher solteira. Adora a livraria que gere com Frieda, a melhor amiga, e goza de um controlo perfeito sobre o seu quotidiano. Pode movimentar-se à vontade, sem ter de dar satisfações a ninguém. Houve em tempos um homem, um médico chamado Kevin, mas as coisas não correram bem como Kitty esperava. É então que começam os seus sonhos. Denver, 1963: Katharyn Andersson é casada com Lars, o amor da sua vida. Têm uns filhos maravilhosos, uma casa elegante e bons amigos. É tudo aquilo que Kitty Miller julgou em tempos querer — mas que só existe quando ela dorme. Convencida de que estes sonhos se devem à sua imaginação superactiva, Kitty desfruta as suas incursões num mundo alternativo. Mas, a cada visita, mais irresistivelmente real se torna a vida de Katharyn. Poderá ela escolher a vida que quer? E se assim for, qual é o preço a pagar por se manter Kitty ou por se tornar Katharyn? À medida que as fronteiras entre os dois mundos vão ficando cada vez mais ténues, Kitty tem de perceber o que é real e o que é imaginado. E como podemos nós saber onde está essa fronteira no nosso próprio mundo?

A Contadora de Histórias, de Jodi Picoult

Lançamento a 16 de Outubro

Sinopse:
Sage Singer é padeira de profissão. Trabalha de noite, a preparar o pão e os bolos para o dia seguinte, tentando fugir a uma realidade de solidão, a más memórias e à sombra da morte da mãe. Quando Josef Weber, um velhote que faz parte do grupo de apoio de Sage, começa a passar pela padaria, os dois forjam uma amizade improvável. Apesar das diferenças, vêem um no outro as cicatrizes que mais ninguém consegue ver.
Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso há muito escondido e pede a Sage um favor extraordinário. Se ela disser que sim, irá enfrentar não só as repercussões morais do seu ato, como também potenciais repercussões legais. Agora que a integridade do amigo mais chegado que alguma vez teve está envolta numa névoa, Sage começa a questionar os seus pressupostos e as expectativas em torno da sua vida e da sua família. Um romance profundamente honesto, em que Jodi Picoult explora graciosamente até onde podemos ir para impedir que o passado dite o nosso futuro.

Caviar É Uma Ova, de Gregorio Duvivier

Lançamento a 16 de Outubro

Sinopse:
Neste livro, Duvivier transita magistralmente entre ficções, memórias de infância, exercícios de estilo, artistas que o influenciaram, a situação política esquizofrénica que se vive no Brasil e no mundo, sempre com um sentido de humor acutilante e provocador. O livro reúne crónicas publicadas no jornal Folha de S. Paulo entre 2013 e 2015.

Da Natureza dos Deuses, de António Lobo Antunes

Lançamento a 20 de Outubro

Sinopse:
"Um autor com uma facilidade prodigiosa para enlaçar obras-primas, que dentro de cinco mil anos, em argila ou em pó de estrelas, continuarão a ser lidas com paixão."

El País

Perto do Paraíso, de Judith McNaugt

Lançamento a 20 de Outubro

Sinopse:
Lady Elizabeth Cameron, condessa de Havenhurst, tem apenas 17 anos quando conhece Ian Thornton, um enigmático homem de linhagem misteriosa e reputação sombria. Numa época em que a alta sociedade adora escândalos e valoriza títulos e dinheiro acima de tudo, Elizabeth e Ian cometem o erro de se apaixonarem.
Ian não sabe que a jovem pertence à nobreza e pede-a singelamente em casamento. Um momento de intimidade que é testemunhado por Robert, irmão de Elizabeth. Desdenhoso, Robert revela que a irmã já está prometida a outro homem, um aristocrata, como manda a tradição. Ian fica destroçado perante a ideia de ter sido um mero objecto para a sua amada. Também Elizabeth se sente traída, ao pensar que ele não passa, afinal, de um caçador de fortunas. Mas a sua reputação já está irremediavelmente manchada.
Dois anos passam e os amantes voltam a encontrar-se. E mesmo após tanto tempo e tanta mágoa, os seus sentimentos revelam ser tão fortes como antes. Esta que promete ser uma segunda oportunidade para ambos será também o começo de uma dança de paixão e intriga, um caminho tortuoso desde os salões elegantes de Londres à beleza agreste das Terras Altas da Escócia… Um turbulento romance entre duas pessoas destinadas a ficar juntas, numa época em que o casamento nada tem a ver com amor.

As Areias do Imperador - Mulheres de Cinza (Livro 1), de Mia Couto

Lançamento a 20 de Outubro

Sinopse:
Mulheres de Cinza é o primeiro livro de uma trilogia sobre os derradeiros dias do chamado Estado de Gaza, o segundo maior império em África dirigido por um africano. Ngungunyane (ou Gungunhane, como ficou conhecido pelos portugueses) foi o último de uma série de imperadores que governou metade do território de Moçambique. Derrotado em 1895 pelas forças portuguesas comandadas por Mouzinho de Albuquerque, Ngungunyane foi deportado para os Açores onde veio a morrer em 1906. Os seus restos mortais terão sido trasladados para Moçambique em 1985.

Existem, no entanto, versões que sugerem que não foram as ossadas do imperador que voltaram dentro da urna. Foram torrões de areia. Do grande adversário de Portugal restam areias recolhidas em solo português.
Esta narrativa é uma recreação ficcional inspirada em factos e personagens reais.

Serviram de fonte de informação uma extensa documentação produzida em Moçambique e em Portugal e, mais importante ainda, diversas entrevistas efectuadas em Maputo e Inhambane.

Afirma Pereira, de Antonio Tabucchi

Lançamento a 20 de Outubro

Sinopse:
Lisboa, 1938. Numa Europa varrida pelo fantasma dos totalitarismos, Pereira, um jornalista dedicado toda a vida aos casos do dia, recebe o encargo de dirigir a página cultural de um jornal medíocre, o Lisboa. Pereira tem um sentido um tanto fúnebre da cultura e prefere traduzir os romancistas franceses do século XIX, dedicar-se à elegia dos escritores desaparecidos, preparar necrológios antecipados.
Necessitado de um colaborador, contacta o jovem Monteiro Rossi que, apesar de ter escrito uma tese sobre a morte, está inequivocamente comprometido com a vida.
A intensa relação que se estabelece entre o velho jornalista, o impulsivo e idealista Monteiro Rossi e a namorada deste, Marta, irá resultar numa crise pessoal, numa maturação interior e numa dolorosa tomada de consciência que transformará profundamente a vida de Pereira.
Um romance magistral que conquistou a unanimidade da crítica, os mais importantes prémios e a resposta entusiástica dos leitores.

Juntos Para Sempre, de Walcyr Carrasco

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Com a mestria que lhe é conhecida como autor de novelas de muito sucesso, Walcyr Carrasco cruza neste romance duas histórias: uma sonhada, e uma outra história, passada nos nossos dias. Relata a relação com essa mulher, inicialmente muito difícil, mas na verdade uma empolgante história de amor com muito suspense e de um profundo e interessante questionamento sobre vidas passadas.

Deixa-te Levar, de Megan Maxwell

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Tony Ferrasa é um compositor porto-riquenho, lindo, rico e com êxito. Ruth é uma jovem que com apenas vinte e dois anos teve de tomar a cargo a irmã recém-nascida e um irmão delinquente. Pouco a pouco ambos vão entrando numa relação que acaba por desvendar que o que sentem um pelo outro é muito mais intenso do que estão dispostos a admitir.

Irène, de Pierre Lemaitre

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Prémio Goncourt Romance Policial Europeu do Ano

Irène é um dos mais originais e poderosos thrillers dos últimos anos. Uma homenagem à literatura policial que só poderia ser escrita por um apaixonado pelo género e por um grande escritor como Pierre Lemaitre. O autor recorre a cinco cenas clássicas de crimes - de Bret Easton Ellis a James Ellroy -para criar uma obra psicologicamente densa, surpreendente e arrebatadora.

Quando as Pombas Desaparecem, de Sofi Oksanen

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Em 1941, numa Estónia dominada pelo comunismo e devastada pela Guerra, dois homens desertam do Exército Vermelho que luta contra a ocupação nazi do território. Roland e Edgar, primos, não podiam ser mais diferentes um do outro: o primeiro, homem de fortes princípios, age em nome da liberdade por que luta incansavelmente; o segundo, fraco mas enigmático, representa a incrível capacidade de adaptação do ser humano a situações limite.

Vai e Põe Uma Sentinela, de Harper Lee

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Jean Louise Finch - Scout - a inesquecível heroína de Matar a Cotovia, regressa de Nova Iorque a Maycomb, a sua cidade natal no Alabama, para visitar o pai, Atticus. Decorre o turbulento período de meados de 1950, numa nação dividida em torno das dramáticas questões raciais. É com este pano de fundo que Jean Louise descobre verdades perturbadoras acerca da sua família, da cidade e das pessoas de quem mais gosta, o que a leva a interrogar-se sobre os seus valores e princípios, e a confrontar-se com complexos problemas de ordem pessoal e política.
Vai e Põe Uma Sentinela, romance inédito de Harper Lee, cujo manuscrito se havia perdido mas descoberto em 2014, foi escrito antes de Matar A Cotovia e apresenta-nos muitos dos personagens dessa mítica obra, agora vinte anos mais velhos. Um livro magnífico, comovente e de grande fascínio de um dos maiores vultos da ficção contemporânea.

Saudade, de Linda Holeman

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Uma fascinante história de perda, romance e traição no Portugal do século XVIII. Neste romance há feitiços e curas, muitas garrafas de vinho provadas e bebidas, diamantes extraídos e depredações coloniais no Brasil, padres venais, maridos traidores e filhos ilegítimos, o horrendo terramoto que quase destruiu Lisboa e uma história de amor.

Ferals I - O Rapaz que Falava com os Corvo, de Jacob Grey

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Crau nunca questionou a sua habilidade para falar com os corvos. No entanto, quando a ameaça de um novo Verão Negro começa a desenhar-se no horizonte, descobre o mundo subterrâneo dos Ferals de Blackstone - aqueles que detêm o poder de falar com os animais e de os controlar. Crau é um deles. Para salvar a cidade, terá de aprender a servir-se de dons que não imaginava possuir.

Porque Escolhi Viver, de Yeonmi Park

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
A história real de uma norte-coreana que fugiu para conseguir viver. Cresceu a pensar que era normal ver cadáveres na rua a caminho da escola. Que era normal comer plantas selvagens para calar o estômago. Que era normal ver os vizinhos "desaparecer". Aos 13 anos, quando a fome e a prisão do pai tornaram o futuro impossível, Yeonmi e a família tomaram a decisão arriscada de fugir. Arriscaram morrer porque escolheram ser livres. Porque escolheram viver.

Tóquio Vive Longe da Terra, de Ricardo Adolfo

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Fugi da terra à procura de mundos desconhecidos e novas versões de mim. Do outro lado do mundo dei com uma ilha onde me tornei num alien, shogun da noite, assalariado de dia e amigo de aluguer ao fim de semana. Cada dia mais perdido deixei-me ficar feliz.

A Chave do Céu - Endgame 2, de James Frey e Nils Johnson-Shelton

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Endgame está aqui.
O mundo começa a desmoronar-se, a desintegrar-se, a enlouquecer. Ainda assim, os Jogadores continuam a jogar. A Chave da Terra foi encontrada. Restam duas chaves - e nove Jogadores. Há que encontrar as chaves mas apenas um Jogador pode vencer.
Aisling Kopp está em Queens, Nova Iorque e pensa ter encontrado uma forma de interromper o Jogo. Hilal ibn Isa al-Salt escapou por pouco a um ataque que o deixou terrivelmente desfigurado mas agora sabe algo que os outros Jogadores não sabem. Sarah Alopay encontrou a primeira chave, aliou-se a Jago e estão a vencer. Mas conseguir a Chave da Terra teve graves consequências para Sarah.
A Chave do Céu - onde quer que esteja, o que quer que seja - é o que se segue. E os restantes nove Jogadores vão fazer de tudo para conseguir encontrá-la.

Kaya, África - Das giestas aos embondeiros, de Adelaide Passos

Lançamento a 21 de Outubro

Sinopse:
Com base nas recordações vividas e detalhadas da autora, que nasceu e viveu em Moçambique, este é um relato precioso e documental dessa existência que se perdeu no tempo, mas não na memória, como um álbum de fotografias em que ainda se mantém iluminado o amor à família e a África. E é também um livro impregnado da beleza da paisagem moçambicana, um almanaque dos hábitos, dos lugares e das personagens que abandonavam as giestas em busca dos embondeiros.
Quando, no princípio do século XX, Sara abandona uma pequena aldeia no Norte de Portugal para se juntar ao marido, José, em Moçambique, inicia-se também a epopeia de uma família ao longo de três gerações, uma aventura que espelha a história do país através da vida daqueles que arriscavam tudo num território tão generoso quanto cruel. Kaya África é um romance ambicioso e de fôlego, histórico e familiar, sobre a vida dos portugueses em África.

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com