"Life feels like a midnight ride..." - SOAD

11 de agosto de 2011

'I beat the machine'

Estou farta de tecnologias!

Não quero saber se o telemóvel funciona com Android ou tem GPS, não quero saber se a televisão da sala dá para ver filmes em 3D, não quero saber se "tou fora" porque tenho um DVD e não um Home Cinema... e não quero saber se tens um Mac, um Iphone, um Ipad ou um Iphoste!

Tenho um telemóvel com botões que me permite fazer e receber chamadas e mensagens, tenho um plasma ranhoso na sala apenas para não ocupar muito espaço no móvel, o meu DVD dá para ver filmes piratas e tenho um portátil do tempo da Maria carcanja... e sou bem feliz!
Sinceramente não percebo esta loucura digital.
Desconfio que hoje em dia os putos já nascem com um chip incorporado que lhes permite mexer num computador ainda antes de darem os primeiros passos. O que virá a seguir? Uma entrada USB na barriga para ligarmos directamente ao Ipad? Hum... Acho que já faltou mais.
O que foi feito daquelas pequenas coisas/momentos que nos punham um sorriso na cara? Como é óbvio não estou a falar de um Like num post do Facebook...
Sou jovem, ainda mal deixei de ser criança e no entanto as coisas a que dou valor não se assimilam a nada do que vejo nos outros. Regozijo com coisas imateriais que no momento certo se tornam quase palpáveis tal não é o sentimento e emoção que trazem; palavras escritas a tinta numa folha de papel, o cheiro do verão ou da terra molhada, o calor do sol sobre o corpo, o sabor doce que fica depois de um beijo, uma nuvem mudando de forma com a passagem do vento, uma expressão ou sorriso na face de alguém que amamos... Sim, decididamente sou um bicho raro!

Não pensem em mim como alguém com tendências de "velho do Restelo". Pelo contrário, até apoio todo e qualquer tipo de novidade tecnológica, científica, cultural que embeleze ou facilite a vida das pessoas. O que NÃO apoio é o exagero e as coisas sem sentido! Sair com os amigos e passar o tempo todo a ver e a mostrar vídeos no Youtube, estar de 5 em 5 minutos a ver as actualizações do Facebook ou colocar fotos sempre que vai à casa-de-banho, comprar o smartphone X e, um mês depois, vender tudo o que tem em casa no OLX para poder comprar a nova versão que traz mais um pixel no ecran, as crianças passarem os dias enfiadas em casa a jogar no computador ou nas mil consolas que os pais lhe ofereceram em todas as ocasiões... enfim, resquícios dos tempos modernos que a todos parece normal mas a mim faz uma tremenda confusão!

De facto os computadores mudaram toda a nossa percepção sobre a vida e, sem sombra de dúvida, estaríamos bem melhor sem eles. O mundo seria um bom sítio para viver.
E não vale a pena chamares-me de doida! Pensa bem sobre o assunto, com uma mente aberta e recordando a tua infância, de certeza que me irás dar razão.

P.S.: Sou contra o (des)acordo ortográfico! Aguenta-te!

Seguidores

Também no Blogloving

Follow

Quem por cá passou

Este blogue não segue nem apoia o acordo ortográfico!
Todas as imagens e textos não feitos exclusivamente para este blogue, não me pertencem. Com tecnologia do Blogger.

Copyright © Gritos Mudos Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com